As diferentes abordagens sobre estilo e função em Arqueologia

Mírian Liza Alves Forancelli Pacheco

Resumo


A infinita variabilidade nas características dos artefatos resgatados nos sítios arqueológicos é motivo de intensos debates entre arqueólogos. Neste contexto, enquanto alguns autores buscam os significados da variabilidade artefatual em sua natureza e causa desprovidos de categorias teóricas e analíticas, outros pesquisadores investigam-na por meio dascategorias analíticas. Para o efeito destes estudos, a literatura oferece uma infinidade de debates, no âmbito dos fatores e/ou conceitos que podem, ou devem, explicar a variabilidade artefatual. Algumas das questões mais discutidas estão relacionadas à classificação e à tipologia, conceitos de estilo e às relações entre estilo e função. Diante do exposto, o presente trabalho tem por objetivos discutir os significados da variabilidade artefatual por meio da reflexão dos mais importantes questionamentos ligados à temática.


Palavras-chave


artefatual variability; style versus function; material culture; variabilidade artefatual; estilo versus função; cultura material

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/his.v48i0.8702

Licença Creative Commons Os textos da revista estão licenciados com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional
 
História: Questões & Debates. ISSN: 0100-6932 e e-ISSN: 2447-8261.
Uma publicação do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Paraná (PPGHIS-UFPR) - com apoio da da Associação Paranaense de História (APAH)

Universidade Federal do Paraná
Rua General Carneiro, 460, 7º andar
Curitiba – Paraná – Brasil - CEP: 80060-150