O solo do paraíso

Edson Passetti, Gustavo Simões

Resumo


Em ‘O solo do paraíso” procuramos situar a produção da verdade sobre as Américas do Sul e Central como paraíso terreno dos sonhos sisudos do cristianismo dissolvidos em derrisórias atitudes voltadas para os anarquismos. Vida de andarilhos da liberdade, militantistas que se dispensam dos ativistas contemporâneos e se apartam com ideal estadunidense de democracia que contamina o planeta nesta era ecopolítica.


Palavras-chave


paraíso, anarquismos, militantismo, ativismo, ecopolítica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/his.v69i2.79788

Licença Creative Commons Os textos da revista estão licenciados com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional
 
História: Questões & Debates. ISSN: 0100-6932 e e-ISSN: 2447-8261.
Uma publicação do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Paraná (PPGHIS-UFPR) - com apoio da da Associação Paranaense de História (APAH)

Universidade Federal do Paraná
Rua General Carneiro, 460, 7º andar
Curitiba – Paraná – Brasil - CEP: 80060-150