“Contra a propriedade pública, em defesa da privada”: Ademar de Barros desenhado na imprensa comunista (1947 – 1964)

Rodrigo Rodriguez Tavares

Resumo


As relações entre Ademar de Barros e o Partido Comunista Brasileiro foram marcadas por movimentos de aproximação e distanciamento durante o período de redemocratização, especialmente entre 1947 e 1964. Nesse período, o político foi prefeito (1957 – 1961), governador (1947 – 1951 e 1963 – 1966) e duas vezes candidato à presidência (1955 e 1960). O objetivo deste artigo é analisar os desenhos retratando Ademar de Barros publicados nos jornais comunistas Hoje eNovos Rumospara compreender como as imagens foram utilizadas na construção da figura do político paulista de acordo com os interesses do PCB.

Palavras-chave


Ademar de Barros; Partido Comunista Brasileiro; imprensa

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/his.v61i2.39018

Licença Creative Commons Os textos da revista estão licenciados com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional
 
História: Questões & Debates. ISSN: 0100-6932 e e-ISSN: 2447-8261.
Uma publicação do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Paraná (PPGHIS-UFPR) - com apoio da da Associação Paranaense de História (APAH)

Universidade Federal do Paraná
Rua General Carneiro, 460, 7º andar
Curitiba – Paraná – Brasil - CEP: 80060-150