“O JULGAMENTO DE CESÃO QUÍNCIO”. UMA LEITURA DE TITO LÍVIO (3.13.6-10).

Moisés Antiqueira

Resumo


O presente artigo tem por objetivo apresentar uma breve análise acerca de um dos episódios que integram o livro terceiro da História composta por Tito Lívio, qual seja, o julgamento de Cesão Quíncio. É corrente a opinião de que o evento corresponde a um exemplo construído pela tradição analística a fim de esboçar uma etiologia histórica ao procedi- mento do vadimonium. A despeito disto, pretende-se sinalizar de que maneira Tito Lívio se valeu do episódio para ilustrar quais seriam os limites entre a equidade e a iniquidade no que concernia à aplicação da justiça na Roma republicana. 


Palavras-chave


Tito Lívio; conflito entre as ordens; vadimonium.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/his.v60i1.38286

Licença Creative Commons Os textos da revista estão licenciados com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional
 
História: Questões & Debates. ISSN: 0100-6932 e e-ISSN: 2447-8261.
Uma publicação do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Paraná (PPGHIS-UFPR) - com apoio da da Associação Paranaense de História (APAH)

Universidade Federal do Paraná
Rua General Carneiro, 460, 7º andar
Curitiba – Paraná – Brasil - CEP: 80060-150