A Festa dentro da Festa: Recorrências do modelo festivo do circuito bregueiro no Círio de Nazaré em Belém do Pará

Antonio Maurício Dias da Costa

Resumo


Ao considerar a forma como se apresenta atualmente o Círio de Nazaré, ponto alto do calendário festivo anual de Belém, torna-se visível a presença nos seus interstícios de um modelo festivo consolidado histórica e espacialmente na cidade desde o início dos anos 80: o circuito das festas de brega. Conjugando a atuação empresarial (dos donos das casas de festa e de empresas de sonorização) ao mundo festivo e de lazer dos bairros periféricos da cidade, o circuito das festas de brega se faz presente na órbita ou mesmo se aproxima do interior do grande evento religioso. Este texto busca discutir as formas pelas quais as "festas de brega" têm se adequado à dinâmica da Festa de Nazaré, considerando sua abrangência física e simbólica na cidade. O artigo sugere que a experiência festiva do público do circuito bregueiro se associa à prática festiva dos grandes eventos urbanos, reinventando o sentido do "festejar típico" da população de Belém.


Palavras-chave


modelo festivo; circuito bregueiro; Círio de Nazaré; prática festiva; sociabilidade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/cam.v7i2.7441

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais