Dissensões sobre o Público e o Privado na República Islâmica do Irã

Youssef Alvarenga Cherem

Resumo


Durante os dois mandatos de Mohammad Khatami como presidente do Irã (1997-2001; 2001-2005), observou-se um debate intenso na sociedade iraniana a respeito da concepção do espaço político e dos fundamentos da ação política. Uma parte essencial desse debate foi a participação dos estudantes. Mas essa política de reforma teve o resultado inesperado de trazer à tona as vozes de contestação da organização normativa autoritária do espaço público, expondo as contradições constitutivas do sistema e seu funcionamento ambíguo, e ameaçando por um momento a dominação da elite política religiosa-revolucionária. Podemos perceber nos protestos dos estudantes em 1999 e 2003 uma vontade de reformulação simbólico-institucional da divisão público-privado que tem regido as relações entre o estado e a sociedade do Irã desde o estabelecimento da República Islâmica.


Palavras-chave


Irã; islamismo; estudantes; público-privado

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/cam.v7i2.7438

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM