As Marchas Prosaicas de um Grupo Guarani-Mbyá

Sílvia Guimarães

Resumo


Este artigo pretende discutir a mobilidade, elemento constituidor do xamanismo guarani-mbyá, na realização das marchas ordinárias de um grupo e sua gramaticalidade cultural com o movimento dos turistas da nossa sociedade, fonte de subsistência do grupo guarani-mbyá em discussão.


Palavras-chave


Guarani-Mbyá; xamanismo; mobilidade; turismo

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/cam.v7i2.7435

Direitos autorais