Trajetórias intelectuais marcadas entre a ciência e a religião: José Loureiro Fernandes e a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras do Paraná

Paulo Guérios

Resumo


O presente artigo tem o objetivo de discutir as dinâmicas de funcionamento da rede de intelectuais paranaenses da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras do Paraná (1938-1972) ligados ao catolicismo. Para cumprir esse objetivo, são tomados como eixo alguns elementos da trajetória pessoal e acadêmica de José Loureiro Fernandes, catedrático de Antropologia da instituição. Uma leitura atenta das fontes que nos informam acerca das dinâmicas da relação entre Loureiro Fernandes e outros intelectuais dessa rede, e acerca dos projetos intelectuais e políticos por eles implementados, permite que nos aproximemos da complexidade do universo social da FFCLPR. A partir desses materiais, perscrutamos os diferentes modos pelos quais alguns dos membros dessa rede operaram com os saberes científicos e com os projetos e saberes da Igreja Católica. Essa análise nos fornece indicativos que podem permitir repensar de modo mais amplo os processos sociais envolvidos na constituição das instituições culturais e universitárias brasileiras na primeira metade do século XX.


Palavras-chave


Intelectuais–Brasil; Intelectuais–Paraná; Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras do Paraná; José Loureiro Fernandes (1903-1977); trajetórias intelectuais

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/cra.v18i1-2.59623

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Direitos Autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista