Índios Misturados: Historicidade e etnicidade Xokleng

Priscila Enrique de Oliveira

Resumo


Conforme a ocupação do território brasileiro se efetivava em direção ao Sul, mais intensos se tornavam os conflitos entre brancos e índios. Inseridos neste contexto estavam os Xokleng, conhecidos então como Botocudos de Santa Catarina, que ocupavam desde a região de Palmas no Paraná até o Rio Grande do Sul. Com o surgimento do SPI alguns de seus funcionários se dirigiram para Santa Catarina para efetivar a pacificação destes índios. Assim, em 1914, Eduardo L. S. Hoerhan, acompanhado por não índios e Kaingang do Paraná, transferidos compulsoriamente, estabelecem um contato pacífico com os Xokleng. A partir de então, gradativamente estes índios passaram habitar o aldeamento, fundado oficialmente em 1926 com o nome de P.I. Duque de Caxias. A partir deste contato, estes índios vivenciaram transformações em seu universo simbólico e material. O contato inter-étnico os obrigou a criar novos fatores de identificação.

Palavras-chave


Xokleng; Sul do Brasil; relações interétnicas; história; identidade; Southern Brazil; ethnicity; history; identity

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/cam.v6i0.4514

Direitos autorais