Desiguais e combinados: índios e brancos no vale do Rio Tibagi – PR na primeira metade do século XX

Eder da Silva Novak, Lucio Tadeu Mota

Resumo


Este artigo demonstra e analisa o processo de desterritorialização das áreas indígenas na bacia hidrográfica do rio Tibagi no Paraná. Enfatiza-se as primeiras demarcações de terras para grupos indígenas no início do século XX e as reduções destes territórios, culminadas em 1949. Atualmente são cinco Terras Indígenas no rio Tibagi: Apucaraninha, São Jerônimo, Barão de Antonina, Mococa e Queimadas, onde vivem em torno de 3.500 índios, a maioria da etnia Kaingang, mas há também Guarani, Xocleng e Xetá. Historicamente estes grupos indígenas travaram inúmeras batalhas para a defesa dos seus territórios, entrecruzando suas estratégias políticas frente à política indigenista oficial. Sendo sujeitos de sua própria história, souberam agir dentro de diferentes contextos históricos, mantendo-se enquanto populações diferenciadas e permanecendo donos de uma parte dos territórios outrora ocupados.


Palavras-chave


Relações sócioculturais; Populações Indígenas; Rio Tibagi; Fronteiras e populações; Política Indigenista.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Aluisio de. 1947. Achêgas à biografia do Barão de Antonina. Revista do Arquivo Municipal de São Paulo CXI: 7-39.

BARBOSA, Luiz Bueno Horta. 1924. Carta aberta. Jornal do Commércio, 30 de dezembro de 1924.

BRASIL. "Regulamento das colônias indígenas do anno de 1857 - Províncias do Paraná e Mato Grosso". 25/04/1857. Boletim do Arquivo do Paraná 3(2/3): 66-74.

BROTERO, Francisco Brotero. s/d. Barão de Antonina. Apontamentos genealógicos. São Paulo: Escolas Profissionais Salesianas.

CARMACK, Robert M. 1972. "Ethnohistory: a reviewof its developement definitions, methodos, and aims". Annual Review of Anthropology 1: 227-246. https://doi.org/10.1146/annurev.an.01.100172.001303

CARNEIRO, Davi. 1942. O Paraná na história militar do Brasil. Curitiba: Tip. João Haupt.

CASÃO, Carolina D. C. 2007. Produção e reprodução cultural na Terra Indígena Mococa: os Kaingang e suas relações com a natureza. Monografia de Especialização em Sociologia. Londrina, PR: Universidade Estadual de Londrina.

CAVALCANTI, José B. 1924. Exposição sobre as terras da povoação de S. Jeronymo, apresentada ao Miguel Calmon du Pin e Almeida. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional.

CHICHORRO, Manuel da Cunha A. C. 1873. "Memória em que se mostra o estado econômico militar e político da Capitânia de São Paulo, quando do seu governo tomou posse a 8/12/1814". RIHGB, 36: 197-232.

CHMYZ, Igor. 1976. "Nota prévia sobre o sítio PR PG 1: Abrigo-sob-rocha Cambiju". Revista de Estudos Brasileiros. 1: 231-246.

CHMYZ, Igor.1977. "Pesquisas paleoetnográficas efetuadas no vale do rio Paranapanema, Paraná, São Paulo". Boletim de Psicologia e Antropologia. Universidade Federal do Paraná, 5: 1-248.

CHMYZ, Igor.1983. Sétimo relatório das pesquisas realizadas na área de Itaipu (1981/3). Curitiba: Convênio Itaipu-IPHAN, v. 7. Projeto Arqueológico Itaipu.

CHMYZ, Igor; CHMYZ, João Carlos Gomes. 1986. "Datações radiométricas em áreas de salvamento arqueológico no Estado do Paraná". Revista do Centro de Estudos e Pesquisas Arqueológicas, 5: 69-77.

CHMYZ, Igor; SGANZERLA, Eliane Maria; VOLCOV, Jonas Elias; BORA, Eloi; CECCON, Roseli Santos. 2008. “A arqueologia da área da LT 750kV Ivaiporã-Itaberá III, Paraná – São Paulo”. Arqueologia - Revista do Centro de Estudos e Pesquisas Arqueológicas/UFPR, 5, 1-305.

COLOMBINA, Francisco Tosi. 1974 [1753]. Descobrimento das terras do Tibagi. Maringá: Universidade Estadual de Maringá.

CUNHA, Manuela Carneiro. 1987. Os direitos dos índios: ensaio e documentos. São Paulo: Brasiliense. . 1992. Legislação indigenista do século XIX. São Paulo: Edusp.

ELLIOT, John Henrique. 1848. "Itinerário das viagens exploradoras pelo Sr. Barão de Antonina para descobrir uma via de communicação entre o porto da villa de Antonina e o baixo-Paraguay na província de Mato-Grosso: feitas nos annos de 1844 a 1847 pelo sertanista o Sr. Joaquim Francisco Lopes e descriptas pelo Sr. João Henrique Elliott". R. Inst. Hist. Geogr. Bras. 10: 53-177.

FRANCO. Arthur Martins. 1936. "Frei Timotheo de Castelnovo". Revista do Círculo de Estudos Bandeirantes. 1(3) : 203-212

FRIGO, Frei Adelino. 1995. Memória de um herói. Londrina: Grafmark. DIÁRIO DE CURITIBA. 13 de setembro de 1922.

LAMING-EMPERAIRE, Annete. 1968. "Missions archéologiques françaises au Chili Austral et au Brésil Méridional". Journal de la Société des Américanistes, 57: 77-99. https://doi.org/10.3406/jsa.1968.2038

LITTLE, Paul. 2002. "Territórios sociais e povos tradicionais no Brasil: por uma antropologia da territorialidade". UnB - Série Antropológica 322.

MELIÁ, Bartolomeu; GRUNBERG, George; GRUNBERG, Friedl. 1976. Etnografia Guarani del Paraguay contemporaneo: los Paí-Tavyterã. Suplemento Antropológico – Universidad Católica. Asunción, 11 (1-2).

MERCER, Edmundo Alberto; MERCER, Luiz Leopoldo. 1977 [1934]. História de Tibagi. Curitiba: Objetiva Artes Gráficas.

MOTA, Lúcio Tadeu. 1997. A guerra de conquista nos territórios dos índios Kaingang do Tibagi. Revista de História Regional 2(1): 187-207.

MOTA, Lúcio Tadeu. 1998. O instituto histórico e geográfico brasileiro e as propostas de integração das comunidades indígenas no Estado Nacional. Revista Diálogos, 2: 149-175.

MOTA, Lúcio Tadeu. 2000a. As colônias indígenas no Paraná provincial. Curitiba: Aos Quatro Ventos.

MOTA, Lúcio Tadeu. 2000b. Os índios Kaingang e seus territórios nos campos do Brasil meridional na metade do século passado. In: MOTA, L. T.; NOELLI, F. S.

MOTA, Lúcio Tadeu. 2009. As guerras dos índios Kaingang: a história épica dos índios Kaingang no Paraná (1769-1924). 2ª ed. Maringá: Eduem.

MOTA, Lúcio Tadeu. 2012. História do Paraná - Relações sóciocuturais: da pré-história à economia cafeeira. Maringá: Eduem.

MOTA, Lúcio Tadeu. 2014. "A presença indígena no vale do Rio Tibagi/PR no início do século XX". Antíteses, 7: 358-391.

https://doi.org/10.5433/1984-3356.2014v7n13p358

MOTA, Lúcio Tadeu; BONNICI, Thomas. 2008. "A história do vale do rio Tibagi. Texto inédito do engenheiro inglês Thomas P. Bigg-Wither". In: G. Arruda (org.) A natureza dos rios: história, memória e territórios. Curitiba: Editora UFPR.

MOTA, Lúcio Tadeu; NOELLI, Francisco. 1999. A pré-história da região onde se encontra Maringá, Paraná. IN: DIAS, R. B.; GONÇALVES, J. H. R. (Org.) Maringá e o Norte do Paraná. Maringá: EDUEM. p. 05-19.

MOTA, Lúcio Tadeu; NOELLI, Francisco.1999. "Exploração e guerra de conquista dos territórios indígenas nos vales dos rios Tibagi, Ivaí e Piquiri". R.B. Dias; J.H.R. Gonçalves (orgs.). Maringá e o Norte do Paraná. Maringá: EDUEM.

MOTA, Lúcio Tadeu; NOVAK, Éder. 2008. Os Kaingang do rio Ivaí – PR: história e relações interculturais. Maringá: Eduem.

NOELLI, Francisco. 2000. "A ocupação humana na região sul do Brasil: Arqueologia, debates e perspectivas - 1872 - 2000". Revista USP, 44: 218-269. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i44p218-269

NOVAK, Éder da Silva. 2006. Tekohá e Emã: a luta das populações indígenas por seus territórios e a política indigenista no Paraná da Primeira República – 1889 a 1930. Dissertação (Mestrado). Maringá, PR: Universidade Estadual de Maringá.

ORLEANS, Frei Casimiro M. de. 1957. Pai dos Coroados. Curitiba: Max Roesner.

PARANÁ. 1915. Estado do Paraná - Coleção de Decretos e Regulamentos de 1915.

PARANÁ. 1978. Regulamento das colonias indígenas do anno de 1857 - Provincias do Paraná e Mato Grosso. 25/04/1857. Boletim do Arquivo do Paraná. 3(2/3): 66-74.

PARELLADA, Claudia. 2005. Estudo arqueológico no alto vale do rio Ribeira: área do gasoduto Bolívia-Brasil, trecho X, Paraná. 271p. Tese (Doutorado). São Paulo, SP: Universidade de São Paulo.

PAULA, José Maria de. 1944. Terra dos Índios. Rio de Janeiro: Ministério da Agricultura.

PRIMERIO, Frei Fidelis M. de. 1942. Capuchinhos em terras de Santa Cruz nos séculos XVII, XVIII e XIX. São Paulo: Livraria Martins. RAMOS, Alcida R. 1986. Sociedades Indígenas. São Paulo: Ática.

SEEGER, Anthony; VIVEIROS DE CASTRO, Eduardo. 1978. Terras e territórios indígenas do Brasil. Encontros com a Civilização Brasileira. 12: 3-4.

TAUNAY, Affonso de E. 1955. A grande vida de Fernão Dias Paes. Rio de Janeiro: J. Olympio.

TOMMASINO, Kimiy. 1995. A história dos Kaingang da bacia do Tibagi: uma sociedade Jê meridional em movimento. Tese (Doutorado). São Paulo, SP: Universidade de São Paulo.

TOMMASINO, Kimiy. 2000. "Território e territorialidade Kaingang: resistência cultural e historicidade de um grupo Jê". In: L.T. Mota; F.S. Noelli; K. Tommasino. (orgs.) Uri e Wãxi: estudos interdisciplinares dos Kaingang. 1ª ed. Londrina: Eduel.

TRIGGER, Bruce G. 1982. Ethnohistory: problems and prospects. Ethnohistory, 29(1): 1-19. https://doi.org/10.2307/481006

VACA, Alvar Nunes Cabeza de. [1555] 1987. Naufrágios e Comentários. Porto Alegre, LPM.

VAL FLORIANA, Mansueto Barcatta de. 1920. " Diccionarios Kainjgang-Portuguez e Portuguez-Kainjgang composto pro Frei Mansueto Barcatta de Val Floriana da ordem dos missionários capuchinhos do estado de São Paulo". Revista do Museu Paulista, 12:1-392.

VOEGELIN, Erminie W. 1954. "A Note from the Chairman". Ethnohistory 1 (1): 1-3. https://doi.org/10.2307/480373

VOEGELIN, Erminie W.1954. "An Ethnohistorian's View point". Ethnohistory 1 (2):166-171. https://doi.org/10.2307/480373

WACHOWICZ, Ruy Christovam. 1987. Norte Velho, Norte Pioneiro. Curitiba: Gráfica Vicentina

WISSENBACH, Maria C. C. 1995. "Desbravamento e catequese na constituição da nacionalidade brasileira: as expedições do Barão de Antonina no Brasil meridional. Revista Brasileira de História15(30): 137-155




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/campos.v14i1/2.42471

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais