Discursos raciais e leis antirracismo no Brasil: retornando à questão da ambiguidade

Fabiano Dias Monteiro

Resumo


Este trabalho tem como objetivo realizar uma análise sobre a ação dos técnicos do serviço Disque-Racismo, um canal de aproximação entre a população vitima de discriminação racial e a legislação que coíbe tais práticas no país. O Disque-Racismo foi, no período recortado pela pesquisa, um projeto idealizado pela Secretaria de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro, numa tentativa de desenvolvimento de uma relação maior de parceria entre esta instância do poder público e a sociedade civil. Se por um lado os números do Disque-Racismo confirmam o aspecto incipiente das condenações por crimes de discriminação racial no Brasil, por outro a análise do cotidiano de trabalho desses operadores indica que um universo amplo de fatores pode pesar na subutilização da legislação antidiscriminação e que saídas extrajudiciais e não-criminais têm se demonstrado poderosas ferramentas no combate ao racismo.

Palavras-chave


racismo; leis antidiscriminação; ambiguidade.

Texto completo:

PDF

Referências


BECKER, Howard S. 1986. Biographie et mosaïque scientifique. Actes de la Recherche en Sciences Sociales, 62(1), 105–110. https://doi.org/10.3406/arss.1986.2323

BASTIDE, Roger. & FERNANDES, Florestan. 1971. Brancos e Negros em São Paulo. São Paulo: Cia Editorial Nacional, 1971

BOTELHO, André. 2008. “Uma sociedade em movimento e sua intelligentsia: apresentação”. In A. Botelho, E. R. Bastos, & G. Villas Bôas (Orgs.). O moderno em questão. A década de 1950 no Brasil. Rio de Janeiro: Topbooks.

CARNEIRO, Sueli. 2000. “Estratégias legais para promover a justiça social”. In Antônio Sérgio Guimarães & Lynn Huntley (Orgs). Tirando a máscara: ensaios sobre racismo no Brasil. São Paulo: Ed. Paz e Terra.

CÓDIGO CIVIL ANOTADO. 1997. São Paulo: Editora Saraiva.

CORRÊA, Mariza. 1988. "Traficantes do excêntrico: os antropólogos no Brasil dos anos 30 aos anos 60". Revista Brasileira de Ciências Sociais 6: 79-98.

COSTA, Sérgio. 2003. “Os Paradoxos do Pensamento Antirracista Brasileiro no começo do século XX”. Teoria e Pesquisa 42 e 43: 111-127, 2003.

COSTA PINTO, L. A. 1998 [1953]. O Negro no Rio de Janeiro: Relações de raças numa sociedade em mudança. 2. ed. Rio de Janeiro: Editora UFRJ.

DA MATTA, Roberto. 1979. Carnavais, Malandros e Heróis. Para uma sociologia do dilema brasileiro. Rio de Janeiro: Zahar.

DA MATTA, Roberto. 2000. “Individualidade e Liminaridade: Considerações sobre os ritos de passagem e a modernidade” Mana 6(1):7-29. https://doi.org/10.1590/S0104-93132000000100001

DEGLER, Carl. 1971. Neither Black Nor White: Slavery and Race Relations in Brazil and the United States. Madison: The University of Wisconsin.

FREYRE, Gilberto. 2006. Casa Grande e Senzala: formação da família brasileira sob regime da economia patriarcal. São Paulo: Global.

GUIMARÃES, Antônio Sérgio A. 1998. Preconceito e Discriminação: queixas de ofensa e tratamento desigual dos negros no Brasil. Salvador: Novos Toques.

HASENBALG, Carlos. 1979. Discriminação e Desigualdades Raciais no Brasil. Rio de Janeiro: Graal.

HOCHMAN, G. A era do saneamento: as bases da política de saúde pública no Brasil. São. Paulo, Hucitec/Anpocs, 1998.

MAGGIE, Yvonne. 1998. “Aqueles a quem foi negada a cor do dia: as categorias de cor e raça na cultura brasileira”. In Marcos Maio, Ricardo V. Santos (Org.). Raça, ciência e sociedade. Rio de Janeiro: Fiocruz / Centro Cultural Banco do Brasil.

MAGGIE, Yvonne. 2008. “Antirracismo contra leis raciais”. Revista Interesse Nacional. São Paulo: Associação Interesse Nacional e Ateliê Editorial.

RAMOS. Arthur. 2001 [1955]. O Negro Brasileiro. Rio de Janeiro: GRAPHIA

RAMOS, Alberto Guerreiro. 1955. “Patologia social do branco brasileiro”. Jornal do Comércio, jan.

SEYFERTH, Giralda. 1989. “As ciências Sociais no Brasil e a Questão Racial”, In Cativeiro & Liberdade. Rio de Janeiro: UERJ.

SFOGGIA, Ivonei & SILVA, Eliezer Gomes da. 1997. O crime de racismo na legislação penal brasileira passado, presente e futuro. (mimeo).

SILVA, Jorge da. 2000. “A atribulada carreira da Lei Caó: Aplicabilidade da Legislação contra o racismo”. In Direitos do Negro: Legislação. Rio de Janeiro: A/SUB/SDO/CBT-2.

SILVA JÚNIOR, Hédio. 2001. As mulheres e a legislação contra o racismo. Rio de Janeiro: CEPIA.

TELLES, E. 2003. Racismo à brasileira. Rio de Janeiro: Relume Dumará

TEIXEIRA, Moema de Poli. 1987. “A Questão da Cor nas Relações de um Grupo de Baixa Renda” Estudos Afro- Asiáticos 85-97.




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/cam.v12i2.30617

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais