Do ofício, do sangue e do sagrado: uma análise sobre a religiosidade numa comunidade de mineiros de carvão

Marta Regina Cioccari

Resumo


A partir de pesquisa etnográfica conduzida na comunidade de mineiros de carvão de Minas do Leão (RS), são analisadas neste artigo algumas formas de relação com o sagrado, envolvendo preces, pedidos e promessas. Neste universo, há a emergência de distintas crenças religiosas, tradicionalmente ligadas à busca de proteção contra acidentes na mina de subsolo, e que hoje encontram novas expressões nas relações sociais e familiares, por meio de ritos institucionalizados e desinstitucionalizados (Duarte 2005). Além de cultos evangélicos, afro-espíritas e católicos, há uma efervescência de “religiões pessoais” (James 1995), ancoradas numa devoção peculiar a Deus, a almas familiares e ao morto milagroso local. 


Palavras-chave


Etnografia; mineiros de carvão; religiões; sagrado

Texto completo:

PDF

Referências


BAILEY, Frederick George. 1971. Gifts and poison: the politics of reputation. Oxford: Basil Blackwell.

BASTIDE, Roger. 1975. Le sacré sauvage. Paris: Payot.

BROWN, Peter. 1981. The cult of the saints: its rise and function in Latin Christianity. Chicago: The University of Chicago Press. https://doi.org/10.7208/chicago/9780226076386.001.0001

CAROZZI, María Julia. 2003. "Carlos Gardel, el patrimonio que sonrie". Horizontes antropológicos 9(20): 59-82. https://doi.org/10.1590/S0104-71832003000200004

CIOCCARI, Marta. 2006. "Do sangue e do sagrado: heranças e rupturas nos percursos religiosos de três famílias em uma comunidade de mineiros de carvão (RS)". Anais do 30º Encontro Anual da ANPOCS. CD.

COULANGES, Fustel de. 1954. A cidade antiga: estudo sobre o culto, o direito e as instituições da Grécia e de Roma. Lisboa: Livraria Clássica.

DE CERTEAU, Michel. 1994. A invenção do cotidiano: As artes de fazer. Petrópolis: Vozes.

DUARTE, Luiz Fernando Dias. 1983. "Pluralidade religiosa nas sociedades complexas e religiosidade das classes trabalhadoras urbanas". Três ensaios sobre pessoa e modernidade. Boletim do Museu Nacional 41: 55-69.

DUARTE, Luiz Fernando Dias. 2005. "Ethos privado e modernidade: o desafio das religiões entre indivíduo, família e congregação". In L.F. D. Duarte et al. (orgs.) Família e religião. Rio de Janeiro: Contracapa.

DUARTE, Luiz Fernando Dias. 2006. O Sacrário Original. Pessoa, Família e Religiosidade. Comunicação apresentada na 25ª RBA, Goiânia.

ECKERT, Cornelia. 1992. "Passado e presente de devoção na padroeira dos mineiros de carvão. estudo da festa de Santa Bárbara no Brasil e na França". In S. Alves Teixeira & A. Pedro Oro (orgs.) Brasil & França Ensaios de Antropologia Social. Porto Alegre: Editora da UFRGS.

JAMES, William. 1995. As variedades da experiência religiosa: um estudo sobre a natureza humana. São Paulo: Ed. Cultrix.

FRANCO, Francisco. 2001. "El culto a los muertos milagrosos en Venezuela: estudio etnohistorico y etnológico". Boletín Antropológico 20(52): 107-144.

FOSTER, George. 1967. "The Dyadic Contract: a model for the social structure of a Mexican peasant Village". In J. M. Potter et al. (orgs.) Peasant Society: a reader. Boston: Litle Brown.

FRADE, Maria de Cássia Nascimento. 1987. Santa de casa: a devoção a Odetinha no cemitério São João Batista. Dissertação de mestrado em Antropologia Social. MN-UFRJ, Rio de Janeiro.

MAÎTRE, Jacques. 1996. L'Orpheline de la Bérésina. Thérèse de Lisieux (1873-1897). Essai de psychanalyse sociohistorique. Paris: Les Éditions du CERF.

MARIZ, Cecília & MACHADO, Maria das Dores. 1994. "Pentecostalismo e a redefinição do feminino". Religião & Sociedade, 17: 141-159.

MARTÍN, Eloísa. 2005. "'Esto no tiene nada que ver con religión!": acerca de las conceptualizaciones de 'religión' entre fans de Gilda, una cantante cultuada en un cementerio de Buenos Aires". Comunicação apresentada nas Jornadas sobre alternativas religiosas na América Latina. Porto Alegre: PUCRS.

MAUSS, Marcel. 1909. La prière. Paris: Félix Alcan.

MAUSS, Marcel. 2001. Ensaio sobre a dádiva. Lisboa: Edições 70.

MENEZES, Renata de Castro. 2004. A dinâmica do sagrado. Rio de Janeiro: Relume Dumará.

NASH, June. 1979. We eat the mines and the mines eat us: dependency and exploitation in Bolivian tin mines. New York: Columbia University Press.

PITT-RIVERS, Julian. 1971. "Friendship and Authority". In J. Pitt-Rivers (org.) The People of the Sierra. London: The University of Chicago Press.

SEGATO, Rita Laura. 1997. "Formações de diversidade: nação e opções religiosas no contexto da globalização". In A. P. Oro; C.A. Steil, C A (orgs.). Globalização e religião. Petrópolis: Vozes.

TAUSSIG, Michael. 1980. The devil and commodity fetishism in South America. Chapel Hill: The University of North Carolina Press.




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/cam.v11i2.20956

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais