Apontamentos e Perspectivas Teóricas Derivadas do Pensamento de Marcel Mauss e sua Relevância para a Análise Sociológica das Formas Alternativas de Economia

Kelen Christina leite

Resumo


O trabalho de Marcel Mauss, ainda hoje, serve de inspiração para muitos paradigmas no campo das Ciências Sociais. Este artigo apresenta, brevemente, parte de suas idéias reapropriadas pelo M.A.U.S.S (Movimento Anti-Utilitarista nas Ciências Socais) buscando ressaltar alguns elementos essenciais desse referencial teórico que pode servir de subsídio para as análises sociológicas de várias experiências no campo das economias alternativas, como é o caso da Economia Solidária.


Palavras-chave


Ciências Sociais; Dádiva; Marcel Mauss; Sociologia; Reciprocidade

Texto completo:

PDF

Referências


BAUMAN, Zygmunt. 2002. “La sociologia di fronte ad una nuova condizione umana”. Studi di Sociologia, anno XL, sett- dicembre: 128-142.

BERTHOUD, Gérald. 1982. "Le paradoxe communautaire: une inégalité créatrice d'égalité". Bulletin du MAUSS, n. 3-4: 96-103.

CAILLÉ, Allan. 2002. A Antropologia do Dom: o terceiro paradigma. Petrópolis: Vozes.

CAILLÉ, Allan. 1991. Critica della ragione utilitaria. Torino: Bollati Boringhieri.

CAILLÉ, Allan. 1998. “Nem holismo nem individualismo metodológicos: Marcel Mauss e o paradigma da dádiva”. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v.13, n.38: 5-38. https://doi.org/10.1590/S0102-69091998000300001

CASTEL, Robert. 1998. As Metamorfoses da questão social: uma crônica do salário. Petrópolis: Vozes.

FRANÇA, Genauto & Sylvan Dzimira. 2004. ‘Dádiva e Economia Solidária’. In Paulo Martins e Brasilmar Nunes (orgs). A Nova Ordem Social Brasileira. Brasília: Paralelo 15.

GODBOUT, Jacques. 1993. Lo Spirito del Dono. Torino: Bollati Boringhieri.

GODBOUT, Jacques. 1995. "L'état d'endettement nutuel". Revue du MAUSS, no 4, 2o semestre: 205-219.

GODBOUT, Jacques. 1998. Il Linguagio del Dono. Torino: Boringhieri.

GODBOUT, Jacques. 1999. O Espírito da Dádiva. São Paulo: Editora FGV.

HOBSBAWN, Eric.1995. A Era dos Extremos. São Paulo: Companhia das Letras.

KOLM, Serge-Christophe. 1994. La bonne économie. La réciprocité générale. Paris: Presses Universitaires de France.

KOLM, Serge-Christophe. 2006. A Handbook of the Economics of giving, reciprocity. England: North Holland.

LANNA, Marcos. 2000. “Notas sobre Marcel Mauss e o ensaio sobre a dádiva”. Revista de Sociologia e Política, n.14, jun: 173-194. https://doi.org/10.1590/S0104-44782000000100010

LATOUCHE, Serguei. 2002. Giustizia senza limiti: la sfida dell’etica in una economia mondializzata. Torino: Boringhieri.

LAVILLE, Jean-Louis. 1994. MAUSS: Pour une autre économie. Paris: La Découvere.

LAVILLE, Jean-Louis. 1998. L' economia Solidale. Torino: Boringhieri.

LAVILLE, Jean-Louis. 2004. A Economia Solidária. Porto Alegre: FAURGS.

LÉVI-STRAUSS, Claude. 2003. Antropologia Estrutural. Rio de Janeiro: Tempo Brasiliero.

MALINOWSKI, Bronislaw. 1989. Les Argonautes du Pacifique Occidental. Paris: Gallimard.

MAUSS, Marcel. 1984. Ensaio sobre a Dádiva. São Paulo: EDUSP.

MAUSS, Marcel. 2003. Sociologia e Antropologia. São Paulo: Cosac & Naify.

POLANYI, Karl. 2000. A Grande Transformação: as origens da nossa época. Rio de Janeiro: Campus.

POLANYI, Karl. 1980. Economie primitive arcaiche e moderne. Torino: Einaudi.

ROSANVALLON, Pierre. 1997. A Crise do Estado Providência. Brasília: EdUnB.

ROSANVALLON, Pierre. 1998. A Nova Questão Social. São Paulo: Instituto Teotônio Vilela.

ROSANVALLON, Pierre. 2002. O Liberalismo Econômico. São Paulo: EDUSC.




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/cam.v10i2.16335

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais