Decifrando a Mãe do Jarro: uma construção do encontro etnográfico

Andréa Borghi Moreira Jacinto

Resumo


O artigo tem como ponto de partida um acontecimento singular: um encontro inusitado, em 1996, durante uma pesquisa de campo na vila da Serra das Araras, noroeste de Minas Gerais, margem esquerda do Rio São Francisco. Recorrendo à inspiração teórica de reflexões sobre análise de rituais e eventos, buscou-se, num primeiro momento, efetuar uma análise interna do acontecimento, desdobrando-se ações que o compõem, considerando-se seus participantes, cenários, interações e comunicações. A partir de questões formuladas pelo encontro (e também pela intriga da narrativa construída), um segundo momento do texto tentará respondê-las pela contraposição a outro encontro de caráter semelhante, e de obras literárias de cunho histórico-memorialista, escritas por autores da região.


Palavras-chave


encontro etnográfico; linguagem; literatura local

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/cam.v4i0.1603

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM