Identidades Étnicas, Irmandade do Rosário e Rei do Congo: sociabilidades cotidianas recifenses século XIX

Marcelo Mac Cord

Resumo


Buscamos entender, neste artigo, a plasticidade das identidades étnicas na história social da Irmandade do Rosário dos Pretos da freguesia de Santo Antônio do Recife. A presença de diversas etnias, no corpo confraternal, foi balizada por fortes hierarquias e algumas exclusões. As referências étnicas africanas acabaram remodelando-se às realidades sócio-históricas e culturais recifenses, possibilitando a construção de novas redes de compromisso e solidariedade entre as gentes de cor aportadas e/ou nascidas em solo pernambucano. A Irmandade do Rosário dos Pretos da freguesia de Santo Antônio do Recife é o locus privilegiado para entendermos tais questões.


Palavras-chave


identidades étnicas; irmandades leigas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/cam.v4i0.1598

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM