Corpos do Futuro e o Futuro do Corpo. Metáforas corporais no cinema de horror e de ficção-científica e seus usos para a intervenção/invenção de direitos civis no âmbito da diferença/deficiência física

Márcio Pizarro Noronha

Resumo



Redescrições do corpo humano nos filmes de horror e de ficção-científica (FC) e os usos metafóricos do corpo nos
limites do humano/não-humano, com a criação de novos vocabulários, a reinvenção do corpo e do humano. Na
perspectiva do pragmatismo norteamericano, palavras produzidas nos mass media redescrevem estratégias da
verdade. Nós investigamos estas linguagens emocionalmente centradas e os usos transgressivos da linguagem.
O não-humano amplifica o espaço lógico da invenção do humano.


Abstract


Descriptions of human body in science-fiction and horror movies and the methaporic uses of the body in the
human/non human limit with the creation of new vocabularies represent a reinvention of the body and of the
human. In the perspective of North American Pragmatism, words produced in mass media describe strategies of
truth. We investigate these emotionally centered languages and transgressive uses of language. The non-human
amplifies the logical space of the invention of the human.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/cam.v3i0.1591

Direitos autorais