Mapeamento do termo “conhecimento”, segundo relatórios de gestão, no período de 2013 a 2018, na administração municipal de Curitiba

Andrea de Fátima Pfutze Cubas

Resumo


Introdução: o Serviço Público vem sendo cobrado a apresentar resultados diretamente ligados à prestação de serviço à sociedade, de forma que este atinja seus resultados com eficiência e efetividade. Objetivos: este estudo tem como objetivo analisar como o tema conhecimento vem sendo empregado, e de que forma está registrado nos Relatórios de Gestão da Prefeitura Municipal de Curitiba. Este trabalho apresenta a análise e o panorama do tema conhecimento na Prefeitura Municipal de Curitiba, nos anos de 2013 a 2018. Metodologia: sendo que para esta análise se concretizasse foi necessário, pesquisa documental nos Relatórios de Gestão, disponíveis no Portal da Transparência da Prefeitura de Curitiba, para o levantamento e quantificação do termo conhecimento, foi utilizada a análise de conteúdo de Bardin, com leitura flutuante e categorização dos dados, o que possibilitou a análise dos resultados que foi baseada a partir do conceito de
gestão do conhecimento, conversão do conhecimento e ciclo SECI, de Nonaka e Takeuchi. Resultados: o resultado obtido demonstra que as ações da Prefeitura Municipal de Curitiba, com relação ao conhecimento, expressaram uma frequência voltada ao conhecimento dedicado ao público externo em equilíbrio com o conhecimento dedicado ao público interno. Conclusão: a conversão do conhecimento para o público interno, tem o intuito de desenvolvimento de ferramentas e aprimoramento dos servidores para simplificar e proporcionar melhor desenvolvimento de tarefas internas e, por consequência, prestar adequado atendimento à população, o que demonstra o interesse no investimento no capital intelectual da prefeitura.


Palavras-chave


Conhecimento. Gestão do Conhecimento. Conversão do conhecimento.

Texto completo:

PDF

Referências


Angeloni, M. T. (2003). Organizações do conhecimento: Infra-estrutura, pessoas e tecnologia. Saraiva.

Bardin, L. (1994). Análise de conteúdo. Edições 70. Cardoso, L., & Cardoso, P. (2007). Para uma revisão da teoria do conhecimento de Michael Polanyi. Revista Portuguesa de Pedagogia, 41 (1), 41-54. Recuperado em 01 fev. 2019, de https://impactum-journals.uc.pt/rppedagogia/article/view/1184/632

Fonseca, J. J. S. (2002). Metodologia da pesquisa científica. Apostila.

Gantus, C. (2012). Conceitos básicos de gestão do conhecimento.

Gonzalez, R. V. D., & Martins, M. F. (2017). Knowledge management process: a theoretical-conceptual research. Gestão & Produção, 24 (2), 41-54.

Jannuzzi, F. O. M., Celeste Sirotheau Corrêa, & Sugahara, C. R. (2016). Gestão do conhecimento: um estudo de modelos e sua relação com a inovação nas organizações. Perspectivas em Ciência da Informação, 21 (1), 97-118. Recuperado em 20 jan. 2019, de https://impactumjournals.uc.pt/rppedagogia/article/view/1184/632 doi: 10.1590/1981-5344/2462

Lara, C. R. D. de (2004). A atual gestão do conhecimento:

a importância de avaliar e identificar o capital intelectual

nas organizações. Nobel.

Nonaka, I., & Takeuchi, H. (2008). Gestão do conhecimento.

Bookman. (Tradução de Ana Thorell).

Oliveira Jr., M. d. M. (2001). Competências essenciais e conhecimento na empresa. In M. T. L. Fleury & M. d. M. O. Oliveira Jr. (Eds.), Gestão estratégica do conhecimento: integrando aprendizagem, conhecimento e competência (p. 121-156). São Paulo: Atlas.

Polanyi, M. (2008). The tacit dimension. Routledge. Prefeitura Municipal de Curitiba. (2013). Relatório de gestão 2013. Instituto Municipal de Administração Pública. Recuperado em 05 jan. 2019, de http://imap.curitiba.pr.gov.br/wp-content/uploads/2017/07/relatorio_de_gestao_2013.pdf

Prefeitura Municipal de Curitiba. (2014). Relatório de gestão 2014. Instituto Municipal de Administração Pública. Recuperado em 05 jan. 2019, de http://imap.curitiba.pr.gov.br/wp-content/uploads/2017/07/relatorio_de_gestao_2014.pdf

Prefeitura Municipal de Curitiba. (2015). Relatório de gestão 2015. Instituto Municipal de Administração Pública. Recuperado em 05 jan. 2019, de http://imap.curitiba.pr.gov.br/wp-content/uploads/2017/07/relatorio_de_gestao_2015.pdf

Prefeitura Municipal de Curitiba. (2016). Relatório de gestão 2016. Instituto Municipal de Administração Pública. Recuperado em 05 jan. 2019, de http://imap.curitiba.pr.gov.br/wp-content/uploads/2017/07/RG_2016_completo.pdf

Prefeitura Municipal de Curitiba. (2017). Relatório de gestão 2017. Instituto Municipal de Administração Pública. Recuperado em 05 jan. 2019, de http://imap.curitiba.pr.gov.br/wp-content/uploads/2018/02/RG2017_01_02_2018.pdf

Prefeitura Municipal de Curitiba. (2018). Relatório de gestão 2018. Instituto Municipal de Administração Pública. Recuperado em 05 jan. 2019, de http://imap.curitiba.pr.gov.br/wp-content/uploads/2019/02/0_RG_TOTAL_FINAL.pdf

Silva, E. F. d. (2018). Desafios da gestão por competências em Órgãos públicos. Conteúdo Jurídico. Recuperado em 24 fev. 2019, de https://www.conteudojuridico.com.br/consulta/Artigos/46854/

desafios-da-gestao-por-competencias-em-orgaos-publicos




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/atoz.v7i2.65350

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Serviços de indexação e agregadores

Web of Science
Directory of Open Access Journals
Sumários.org: sumários de revistas brasileiras
Google Acadêmico
LivRe! Portal para periódicos de livre acesso na Internet
InfoBCI
Latindex Catálogo
Bielefeld Academic Search Engine
INFOBILA: Información Bibliotecológica Latinoamericana
REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Brapci (Base de Dados Referencial de Artigos de Periódicos em Ciência da Informação Brapci (Base de Dados Referencial de Artigos de Periódicos em Ciência da Informação

Universidade Federal do Paraná
Mestrado e Doutorado Interdisciplinar em Gestão da Informação
ISSN: 2237-826X
Qualis (2013-2016):
B2 - Comunicação e Informação
B4 - Planejamento Urbano e Regional/Demografia; Saúde Coletiva; Interdisciplinar
B5 - Arquitetura, Urbanismo e Design; Engenharias III
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional
Esta obra foi licenciada sob uma Licença
Creative Commons Atribuição 4.0 Não Adaptada