Open Journal Systems

Propagação vegetativa de Piper umbellatum L. (Piperaceae) em função de substratos e comprimentos de estacas

Erik Nunes Gomes, Diones Krinski

Resumo


Piper umbellatum L. (Piperaceae) é um subarbusto perene com atividades anti-inflamatórias, analgésicas, antimicrobianas, antitumorais, antioxidantes e dermoprotetoras. A obtenção da matéria-prima para estes fins é restrita ao extrativismo e às pequenas áreas de cultivo devido ao limitado conhecimento agronômico sobre a espécie. Neste sentido, são necessárias investigações referentes a práticas agronômicas, especialmente técnicas adequadas de propagação. O objetivo do presente trabalho foi avaliar diferentes comprimentos de estaca e tipos de substrato na estaquia de P. umbellatum. Para isso, estacas caulinares de 10, 15 e 20 cm de comprimento e diâmetro médio de um centímetro foram preparadas com corte em bisel na base e reto no ápice, sem folhas e contendo ao menos uma gema. Os propágulos foram estaqueados em tubetes com substrato Plantmax® e vermiculita de granulometria fina, e mantidas em casa de vegetação. Após  50 dias da instalação do experimento foi avaliada a porcentagem de estacas enraizadas, mortas, com calos, com brotações, número médio de raízes, comprimento das três maiores raízes, massa fresca de raízes e de brotações. O enraizamento variou de 37,5% a 60,0% e não foi verificado interação entre substratos e comprimento das estacas, exceto para massa fresca de raízes e brotações, para as quais, estacas de maior comprimento apresentaram melhor desempenho. O substrato Plantmax® apresentou menor mortalidade, maior porcentagem de estacas com calo, massa fresca de raízes e número de brotações. Neste sentido são indicadas estacas de 20 cm e utilização de substrato Plantmax® para obtenção de mudas de melhor qualidade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rsa.v17i3.49695