GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE RHIPSALIS EM DIFERENTES SUBSTRATOS

Alessandro Borini LONE, Cecília Ximena MOLO, Lúcia Sadayo Assari TAKAHASHI, Lílian Keiko UNEMOTO

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo avaliar diferentes substratos na germinação de Rhipsalis floccosa e Rhipsalis pilocarpa. Os substratos testados foram: papel de filtro, areia de granulação média, casca de arroz carbonizada, pó de fibra de coco e vermiculita, acondicionados em caixas de plástico transparentes (gerbox). O teste de germinação foi conduzido em germinador com temperatura constante de 25oC. O delineamento foi inteiramente casualizado com quatro repetições por tratamento para cada uma das espécies. Foram avaliados: porcentagem de germinação, índice de velocidade de germinação e tempo médio de germinação. Verificou-se maior porcentagem de germinação nos substratos papel, areia e casca de arroz carbonizada para as duas espécies. Os menores valores para tempo médio de germinação foram observados em areia e casca de arroz carbonizada para R. floccosa e em pó de fibra de coco e casca de arroz carbonizada para R. pilocarpa. Conclui-se que os melhores substratos para a germinação de R. floccosa foram areia e casca de arroz carbonizada e para germinação de R. pilocarpa o melhor substrato foi casca de arroz carbonizada.

Palavras-chave


cactos epífitos; R. floccosa; R. pilocarpa

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rsa.v10i5.15204