A polêmica de vozes no discurso da campanha Rasgue o verbo

Kelli Ribeiro

Resumo


Este artigo pretende analisar a polêmica de vozes sociais instaurada nos enunciados da campanha “Rasgue o verbo” do canal GNT, problematizando, sob um viés dialógico da linguagem, ideias socialmente cristalizadas e propagadas em diferentes discursos. Como embasamento teórico, recorremos à teoria dialógica do discurso, desenvolvida por Bakhtin e seu Círculo, estabelecendo um diálogo com autores que discutem acerca da problemática social do gênero na contemporaneidade e com autores que tratam da mídia e das redes sociais, entendendo que o discurso das mídias promove a popularização de novas formas de se pensar o masculino e o feminino na sociedade. Esperamos fomentar a discussão dialógica de gêneros na mídia, a fim de entendermos questões sociais, culturais e econômicas que envolvem os papéis de homens e mulheres na sociedade atual.

Palavras-chave


Igualdade de gênero; Discurso midiático; Vozes sociais; Análise dialógica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/2238-0701.0n0p117-138