A ESQUERDA MILITANTE: ENTRE O ENGAJAMENTO PASTORAL E OS REVIDES LOCAIS

Nelson Rosário de Souza

Resumo


O presente artigo procura analisar as ambigüidades do militantismo de esquerda e suas possibilidades de superação. Para tal propósito lançou-se um olhar sobre a procedência da prática militante moderna, sobre o debate marxista a respeito do militante revolucionário e também sobre os militantes dos chamados “novos movimentos sociais”. A experiência militante mais recente combinada com uma certa recusa de intelectuais em se fazer “vanguarda” serviu de âncora para a crítica às práticas militantes pastorais e seu efeito totalizador.


Texto completo:

PDF


Revista de Sociologia e Política. ISSN: 0104-4478 (versão impressa)
1678-9873 (versão online)