AVALIAÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA DA ARBORIZAÇÃO NO BAIRRO FLAMBOYANT EM CHAPADÃO DO SUL, MS

Edmara Aparecida Lourenço Pelegrim, Ana Paula Leite de Lima, Sebastião Ferreira de Lima

Resumo


Com o objetivo de quantificar e qualificar a arborização do bairro Flamboyant, no município de Chapadão do Sul, MS, foi realizado um censo, analisando-se todos os indivíduos (árvores, arbustos e palmeiras) encontrados nas ruas desse bairro. Foram inventariados 1228 indivíduos distribuídos em 31 espécies e 18 famílias botânicas, sendo Licania tomentosa a espécie mais freqüente (32,33 %). Dessas espécies, 48,4 % eram nativas e 51,6 % exóticas. Foi obtido um número médio de 106,6 árvores por quilômetro de calçada, valor esse considerado adequado para a arborização urbana. Dos indivíduos mensurados, 43,16 % apresentaram a primeira bifurcação abaixo de 1,80 m e 54,56 % encontrava-se em contato atual ou potencial com a fiação. Observou-se ainda que 25,32 % apresentaram afloramento de raiz e ou danos à calçada e 60,91 % tinham colo pavimentado. Quanto às ações de manejo executadas, 86,34 % tratava de ações de controle e 12,46 % de poda leve. A poda pesada não teve ocorrência expressiva. Embora não tenham sido detectados grandes problemas relacionados à qualidade dos indivíduos, é necessário um melhor planejamento da arborização, que envolva a escolha da espécie adequada para cada local, o manejo das espécies, no viveiro e nas vias públicas deste bairro.

Palavras-chave


Inventário; Árvores urbanas; Planejamento

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v7i1.66549

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.