INVENTÁRIO DA ARBORIZAÇÃO URBANA DO MUNICÍPIO DE SOCORRO – SP E PROPOSTA DE UM ÍNDICE DE DANOS À INFRA-INFRAESTRUTURA DAS CIDADES

Richieri Antonio Sartori, Ana Paula Balderi

Resumo


As cidades concentram 80% da população brasileira, muitas vezes de forma inadequada causando grandes problemas. A arborização urbana, quando feito de forma correta atenua alguns efeitos negativos como, poluição sonora, visual, atmosférica e hídrica. Os objetivos deste trabalho foram quantificar e qualificar a vegetação urbana do município de Socorro – SP, sugerindo formas mais adequadas e ecológicas para a arborização urbana e propor uma forma de quantificar as espécies que causam maiores danos ao calçamento e fiação. Foram percorridas todas as ruas e praças do limite urbano do município e registrados todos os indivíduos arbóreos que possuíam no mínimo 50 cm de altura.  Foi criado um índice de danos causado por cada espécie na arborização e proposta uma lista de espécies que podem ser utilizadas na arborização para ruas e praças. Foram encontradas ao todo 6829 árvores, pertencente a 48 famílias, 118 gêneros e 148 espécies. As famílias com maior quantidade de espécies foram Fabaceae e Myrtaceae. As espécies mais freqüentes foram Largestroemia indica L.e Murraya panículata (L.) Jack, 36 espécies causaram algum tipo de dano, sendo Hovenia dulcis Thumb que teve mais alto índice de danos.  A conclusão foi que o município de Socorro precisa de uma grande reestruturação em sua arborização.

Palavras-chave


Vias públicas; Fiação; Calçamento; Índice de danos

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v6i4.66489

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.