AVALIAÇÃO DA PREFERÊNCIA PAISAGÍSTICA NO JARDIM BOTÂNICO DE CURITIBA, PARANÁ, BRASIL

Raquel Ribeiro de Souza Silva, Daniela Biondi

Resumo


A análise das preferências paisagísticas dos indivíduos constitui-se em uma importante ferramenta para avaliação e aprimoramento da experiência turística. O objetivo desta pesquisa foi realizar uma avaliação paisagística no atrativo mais visitado da cidade de Curitiba, o Jardim Botânico, através dos cartões postais que retratam sua imagem, considerando a percepção de seus usuários em relação à paisagem dos cartões postais, para assim agregar dados qualitativos sobre o uso deste atrativo e fornecer subsídios a sua gestão. O método utilizado foi análise da tipologia e da composição paisagística dos dez cartões postais com a temática “Jardim Botânico de Curitiba”, por meio da desagregação da paisagem e quantificação dos elementos previamente definidos como naturais, antrópicos e culturais. Em seguida, selecionaram-se aqueles que obtiveram a maior porcentagem de elementos naturais, antrópicos e culturais em sua composição para serem apresentados aos usuários que responderiam ao questionário e assim analisar a preferência paisagística destes em relação ao atrativo em estudo. Os resultados encontrados quanto à paisagem retratada nos cartões postais, o que apresentou a maior quantidade de elementos culturais foi o que mais agradou aos usuários. Ao se considerar os fatores gênero, faixa etária, escolaridade e origem geográfica do entrevistado encontraram-se variações na preferência paisagística.

Palavras-chave


Paisagem; Turismo; Percepção.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v8i1.66354

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.