COMPOSIÇÃO DE CANTEIROS NA ARBORIZAÇÃO DE RUAS DE CURITIBA (PR)

Rogério Bobrowski, Daniela Biondi, Damaris Baggenstoss

Resumo


A utilização dos canteiros nas calçadas das ruas de Curitiba, Estado do Paraná (Brasil), para a formação de uma composição paisagística é uma realidade urbana, porém desmotivada, principalmente pelas dimensões dos canteiros e pela falta de sugestões técnicas. Tradicionalmente, os canteiros são ocupados por grama, mas ocasionalmente ocorre o plantio de outras espécies vegetais para forração do solo. O objetivo desta pesquisa foi fazer um levantamento exploratório sobre a composição florística de calçadas em Curitiba (PR), especificando as características das calçadas (áreas permeáveis), das árvores e da vegetação encontrada nos canteiros da arborização de ruas. Houve variação expressiva na taxa de permeabilidade das calçadas avaliadas, bem como, significativa diversidade de espécies de forração utilizadas pela população local em substituição ao gramado comumente utilizado. Há, porém, necessidade de estudos detalhados sobre as possíveis e melhores formas de composição paisagística, suas relações com as árvores da arborização de ruas, as necessidades de manejo prévio do solo, os benefícios diversos e as influências sobre a qualidade e gestão de águas pluviais.

Palavras-chave


arborização urbana, paisagismo, plantas de forração, composição paisagística

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v4i2.66279

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.