ANÁLISE DA ARBORIZAÇÃO DO CAMPUS SEDE DA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO, MOSSORÓ-RN

Francisco Edislan Gurgel Diógenes, Tallyta Martins de Sousa, Rejane Tavares Botrel, Vinicius Gomes de Castro

Resumo


A arborização urbana deve seguir um planejamento prévio de execução, levando em consideração características da região na escolha adequada das espécies a serem implantadas. O objetivo deste trabalho foi analisar os indivíduos arbóreos, de diferentes idades e portes, do Campus Sede da Universidade Federal Rural do Semi-Árido, em Mossoró-RN. A análise foi realizada por meio de amostragem da vegetação arbórea das calçadas e estacionamentos das principais vias do campus. Foram coletados dados gerais quanto à localização e identificação das espécies, informações dendrométricas e biológicas, como também, o levantamento de dados quanto ao entorno e interferências às árvores. Foram registrados 527 indivíduos arbóreos, distribuídos em 18 famílias botânicas e 38 espécies. Foi observada uma predominância de um pequeno grupo de determinadas espécies em relação às outras, como também a predominância de indivíduos de espécies de origem exótica. Buscando a proteção e conservação do rico Bioma das Caatingas, seria necessário realizar um planejamento de rearborização do Campus, dando preferência à implantação de árvores de espécies nativas, minimizando os possíveis impactos negativos causados pela alteração da vegetação local.


Palavras-chave


Caatinga; Diversidade vegetal; Campus universitário

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v13i3.63659

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.