AVALIAÇÃO QUALI-QUANTITATIVA DA ARBORIZAÇÃO VIÁRIA DO MUNICÍPIO DE AUGUSTO PESTANA - RS

Maísa Carina Zardin, Daniela Biondi, Luciana Leal, Jefferson Dias de Oliveira, Tamara Ribeiro Botelho de Carvalho Maria

Resumo


Um planejamento bem sucedido da arborização viária de um município conta com a elaboração de um inventário. Desta forma, o objetivo deste estudo foi realizar um levantamento quali-quantitativo da arborização viária de Augusto Pestana, Rio Grande do Sul, de forma a incentivar o poder público local a desenvolver um Plano Diretor de Arborização Urbana. Para avaliar a quantidade e a qualidade das árvores do município utilizou-se o método de censo, contabilizando todos os indivíduos arbóreos das áreas com estrutura urbana adequada que possuíam porte acima de 1,80 m e verificando suas condições físicas e fitossanitárias, de raízes, altura de bifurcação e necessidades de manejo. Ao total, 1.217 indivíduos arbóreos foram contabilizados compondo a arborização do município, distribuídos em 22 famílias e 54 espécies, com predominância de espécies exóticas (59,3%). A maioria deles apresentou boas condições físicas e fitossanitárias e sistema radicial adequado. Os maiores danos verificados relacionam-se à poda e ao vandalismo. A altura de bifurcação se encontrou abaixo do recomendado em grande parte dos indivíduos avaliados, sendo a poda de elevação a maior necessidade de manejo exigida na arborização viária.


Palavras-chave


Árvores urbanas; Inventário censitário; Levantamento florístico; Vias públicas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v13i3.63637

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.