A PAISAGEM DA FLORESTA URBANA DE CURITIBA-PR

Mayssa Mascarenhas Grise, Daniela Biondi, Hideo Araki

Resumo


A vegetação é o componente central da estrutura das paisagens urbanas, seja por seus benefícios ecológicos, estéticos ou sociais. O objetivo desse trabalho foi descrever e quantificar a composição e configuração espacial dos componentes estruturais da paisagem da floresta urbana de Curitiba-PR. Para identificar a floresta urbana utilizou-se imagens GeoEye-1, às quais foram aplicadas técnicas de realce para a classificação por árvore de decisão. Após a classificação foram definidos os componentes estruturais da paisagem, a matriz, os fragmentos e os corredores. A paisagem de Curitiba é formada por uma matriz urbana que ocupa 56,33% da área total do município. Os fragmentos, classificados como as áreas com cobertura de vegetação presentes nas áreas verdes e no interior das áreas de quadra, ocupam 37,90%. Os corredores, definidos como a vegetação presente sobre o arruamento e os corpos d'água, representam 5,73%. Ainda que Curitiba detenha uma matriz formada por áreas construídas imersa em uma extensa (44% da paisagem) floresta urbana, há necessidade de um incremento no número de fragmentos remanescentes, de uma efetiva fiscalização que evite a perda dos fragmentos introduzidos particulares e, de um monitoramento e manejo adequado dos corredores do tipo urban stepping stones.  


Palavras-chave


Arborização; Área verde; Matriz; Corredor; Fragmento

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v11i3.63423

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.