ESPÉCIES EXÓTICAS NA ARBORIZAÇÃO DE VIAS PÚBLICAS NO MUNICÍPIO DE FAROL, PR, BRASIL

Mariana Irene Hoppen, Helizabett Fernanda Divensi, Rodolfo Faquini Ribeiro, Marcelo Galeazzi Caxambú

Resumo


A introdução de espécies exóticas no meio urbano se dá muitas vezes pelo mau planejamento da arborização urbana e muitas vezes pelo desconhecimento da legislação. Um dos maiores problemas das espécies exóticas na arborização urbana é que as mesmas podem sair de controle, competindo e ameaçando as espécies nativas. O município de Farol – PR possui menos de 4.000 habitantes, localizado no Noroeste do Paraná, sendo que a arborização urbana não foi planejada. O objetivo deste trabalho foi analisar quantitativamente as espécies exóticas invasoras presentes na arborização urbana do mesmo. A metodologia utilizada foi a de caminhada e observação, durante três visitas ao Município de Farol/PR, durante o mês de Maio de 2012. Foram encontradas 33 espécies, perfazendo 798 indivíduos compondo a arborização do município. Destas, 10 espécies são consideradas exóticas invasoras, representando 18% da composição florística existente dentre as espécies exóticas invasoras, Ligustrum lucidum W. T. Aiton (alfeneiro) com 106 indivíduos foi a de maior ocorrência. Dentre as espécies, foi registrada a ocorrência de Murraya paniculata (L.) Jacq, que embora não seja exótica invasora, tem proibida sua comercialização, plantio, produção de sementes e transporte do estado do Paraná. Para a adequação da arborização urbana é necessário um planejamento que contemple, preferencialmente, espécies nativas que se adaptem às características locais, proporcionando benefícios ecológicos, estéticos, econômicos e sociais.

 


Palavras-chave


Invasão biológica; Vias públicas; Arborização urbana

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v9i3.63166

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.