DIAGNÓSTICO DA ARBORIZAÇÃO URBANA DE DUAS VIAS NA CIDADE DE SANTA ROSA – RS

Maiara Dall Aqua, Nilvane Teresinha Ghellar Müller

Resumo


A arborização viária é essencial na composição da vegetação urbana, desempenhando importante papel na manutenção das cidades. Assim, o trabalho objetivou descrever a arborização urbana por meio de um inventário quali e quantitativo das espécies arbóreas e arbustivas em duas avenidas de Santa Rosa/RS, do tipo censo, através de observação direta e registro fotográfico. Para a identificação das espécies botânicas coletadas foi utilizada literatura especializada. Para descrever cada indivíduo qualitativamente foram observados a condição fitossanitária, o desenvolvimento do sistema radicular, em relação a calçada e o desenvolvimento da copa relacionadas a rede elétrica. O inventário resultou em 433 indivíduos, distribuídos em 58 espécies e 30 famílias. As famílias com maior número de espécies foram: Fabaceae (74), Bignoniaceae (53), Myrtaceae (30), e Arecaceae (28). A espécie mais frequente foi a Lagerstroemia indica L. (9,9%). A maioria das plantas (97,2%) encontra-se em estado fitossanitário bom e regular, sendo que apenas 2,8% estão em condição ruim. Os resultados revelam que as vias de Santa Rosa possuem diversas espécies vegetais, havendo predominância de espécies exóticas em relação às nativas, porém, muitas delas são cultivadas em locais inadequados para o seu porte, devido à presença de rede elétrica e/ou calçadas.


Palavras-chave


Biodiversidade; Avenida; Vegetação urbana

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v9i3.63147

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.