INDICADOR DE ARBORIZAÇÃO URBANA COMO APOIO AO PLANEJAMENTO DE CIDADES BRASILEIRAS

Allan Yu Iwama

Resumo


O estudo teve o objetivo de aplicar o método de amostragem simples para a elaboração de um índice de arborização baseado no número de árvores por quilômetro de calçada (arv/km). Os dados foram levantados em duas cidades do oeste paulista, Martinópolis e Pirapozinho, para estimar o número total de árvores e de quilômetro linear percorrido. Baseado nesses resultados e em pesquisas sobre os trabalhos de arborização urbana foi feita uma análise dos municípios baseada em um indicador espacial de arv/km, indicando aqueles em situação mais crítica (< 20 arv/km) e menos crítica (> 80 arv/km) em relação ao total analisado (n=28). Os resultados podem auxiliar na construção de um indicador espacial para o planejamento regional da arborização urbana nas cidades, considerando pelos menos quatro elementos: universo amostral, a unidade amostral (tamanho e forma), aspectos qualitativos de arborização (estrutura e composição das espécies arbóreas, entre outros) e o padrão de distribuição de bairros (e padrões de construção) e determinados usos urbanísticos.


Palavras-chave


Amostragem; Indicador espacial; Meio urbano.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v9i3.63121

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.