Open Journal Systems

As manifestações e a questão da reforma urbana: é possível retomar a capacidade de planejamento e intervenção?

Demian Castro, Igor Zanoni Contant Carneiro Leão, Angela Welters

Resumo


O artigo discute, a propósito das manifestações de junho de 2013, a necessidade
de incluir e articular analiticamente três eixos de problemas que obstruem a capacidade de planejamento dos governos municipais, pois tendem a produzir uma privatização perversa do habitat urbano, afetando o modo de vida das pessoas e, também, à sua mobilidade. Estes eixos, quais sejam, a industria automobilística, o capital imobiliário e a (in) segurança urbana, por sua vez, suscitam outras questões que são tratadas na forma de réplica.


Palavras-chave


Demandas Sociais, Planejamento, Cidades

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ret.v10i1.34072