Estimação da matriz insumo-produto utilizando dados preliminares das contas nacionais: aplicação e análise de indicadores econômicos para o Brasil em 2005

Joaquim José Martins Guilhoto, Umberto Antonio Sesso Filho

Resumo


O presente estudo tem como objetivo avaliar a metodologia de estimação das matrizes de insumo-produto, a preços básicos, a partir dos dados preliminares das Contas Nacionais do Brasil. A mesma é testada para o ano de 2005, sendo que os resultados obtidos a partir da matriz de insumo-produto (versão definitiva) disponibilizada pelo IBGE e a matriz estimada pela metodologia proposta são comparados. Os resultados analisados consistem dos multiplicadores de emprego e produção e os índices de ligação intersetoriais de Rasmussen-Hirschman, indicadores econômicos baseados na teoria de insumo-produto. Conclui-se que as séries de indicadores econômicos da matriz estimada e da disponibilizada pelo IBGE não são diferentes, baseando-se em análise estatística (índices de correlação). Portanto, a metodologia proposta pode ser utilizada para a estimação de matrizes de insumo-produto nacionais para períodos em que existem somente dados preliminares e as análises estruturais da economia realizadas com as matrizes estimadas são válidas para o ano analisado.

Palavras-chave


Insumo-produto; Contas nacionais; Brasil.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ret.v6i4.26912

 

A Revista Economia & Tecnologia (RET) conta com o apoio financeiro e institucional da Fundação Araucária.

_____________________________________________________________________________

ISSN 2238-4715 [impresso]  /  ISSN 2238-1988 [on-line]