Open Journal Systems

A agroindústria canavieira no Paraná e seus aspectos locacionais: uma abordagem sobre o zoneamento agroecológico da cana-de-açúcar

Pery Francisco Assis Shikida

Resumo


Este estudo tem como objetivo contextualizar o decréscimo da importância relativa da agroindústria canavieira paranaense a partir de apontamentos sobre o zoneamento agroecológico da cana-de-açúcar (ZAE Cana). Dentre os cinco principais produtores de cana do Brasil (SP, MG, GO, PR e MS), dados da safra 200/20, o Paraná é o que tem o menor potencial de área antropizada apta para a expansão de plantio. O ZAE Cana vem fornecendo subsídios para o planejamento de futuros polos de desenvolvimento canavieiro no espaço rural, indicando a espacialização de áreas aptas à expansão dessa cultura, que somadas às razões de migração da produção canavieira para novas fronteiras, fazem com que a agroindústria canavieira paranaense, por esta ótica, apresente a menor vantagem comparativa para uma expansão horizontal vis-à-vis estados como GO, MG e MS.

Palavras-chave


ZAE Cana; Expansão; Paraná.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ret.v7i3.26624