Open Journal Systems

Determinantes do desemprego recente no Rio Grande do Norte e na região metropolitana de Natal (2001-2008)

Luís Abel da Silva Filho, Reili Amon-Há Vieira dos Santos, Maria do Livramento Miranda Clementino

Resumo


O desemprego no Brasil afetou acentuadamente a população nas últimas duas décadas do século XX e adentrou os anos iniciais do século XXI com forte resistência às políticas de combate a ele. Somente com a melhora observada nos indicadores macroeconômicos nacionais, a partir do final de 2003 e início de 2004, é que se percebeu melhora relativa nos indicadores de emprego no país. Diante disso, o mercado de trabalho tem se mostrado seletista e excludente para boa parcela da população. Destarte, é pretensão deste estudo observar o perfil do desemprego recente no estado do Rio Grande do Norte (RN) e na região metropolitana de Natal (RMN). Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) e os anos selecionados compreendem o período entre 200 e 2008. Os principais resultados evidenciam redução na taxa de desemprego na RMN e no estado do RN. Na primeira, a redução do desemprego foi constatada a partir de 2003, sendo que no estado os efeitos do crescimento econômico do país só se apresentaram a partir de 2005 no mercado de trabalho. Além disso, perceberam-se maiores taxas de desemprego para mulheres, não brancos e jovens. Destacou-se ainda o desemprego mais elevado para a RMN do que para todo o estado em todos os anos observados. Tais evidências ratificam a hipótese de que o desemprego concentra-se, sobretudo, nas regiões metropolitanas do país.

Palavras-chave


Determinantes do desemprego; Rio Grande do Norte; Região metropolitana de Natal.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ret.v7i3.26617