A ORIGEM E A EXPANSÃO DA IGREJA NOVA ALIANÇA EM IMPERATRIZ

Agnaldo Silva, Washington de Araújo Silva, Bezaliel Alves Oliveira Junior

Resumo


A presente pesquisa analisa a origem e a expansão da Igreja Evangélica Nova Aliança na cidade de Imperatriz. A Igreja Nova Aliança representa um tipo de pentecostalismo que vem fazendo frente às igrejas pentecostais mais tradicionais da cidade, ao adotar o modelo de evangelização em células, com um discurso e liturgia renovados e adaptado às demandas dos indivíduos que a ela se filiam, atende sobretudo os sujeitos que buscam novas alternativas de fé e espiritualidade, contrapondo-se aos modelos de igrejas estabelecidas a mais tempo na cidade de Imperatriz. Nesse sentido, a partir da análise de dados do censo do IBGE, de entrevistas com alguns líderes da igreja, de aplicação de questionários a trinta de seus membros e da observação in loco em algumas de suas congregações, foi possível identificar, mesmo que em linhas gerais, a lógica de estruturação e desenvolvimento desta instituição religiosa em Imperatriz. Os dados apontaram que, desde sua origem, esta igreja buscou se apresentar como uma comunidade de fé com um forte ethos de afirmação do mundo e com uma estrutura mais flexível de culto do que suas concorrentes do pentecostalismo clássico, o que resultou em seu crescimento e estruturação no campo religioso de Imperatriz.


Palavras-chave


Campo Religioso. Igreja. Neopentecostalismo. Nova Aliança.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, C. S. Movimento Radicais Livres: o virtuosismo heróico na juventude contemporânea. Fragmentos de Cultura, Goiânia, v. 27, n. 1, p. 58-68, jan./mar. 2017.

BERGER, P. Os múltiplos altares da modernidade: rumo a um paradigma da religião numa época pluralista. São Paulo: Vozes, 2017.

BERGER, P. A dessecularização do mundo: uma visão global. Rio de Janeiro: Religião e Sociedade, 2000.

BERGER, P. O dossel sagrado: elementos para uma teoria sociológica da religião. São Paulo: Edições Paulinas, 1985.

BOURDIEU, P. Economia das trocas simbólicas. São Paulo: Perspectiva, 2007.

BOURDIEU, P. Razões práticas. São Paulo: Papirus, 1996.

CAMPOS, B. O princípio da pentecostalidade: hermenêutica, história e teologia. São Paulo: Recriar, 2018.

COSTA, Moab César Carvalho. O aggiornamento do pentecostalismo brasileiro: as Assembleias de Deus e o processo de acomodação à sociedade de consumo. São Paulo: Recriar, 2019.

CARVALHO, G. Religião e política no engendramento do Plano Municipal de Educação de Imperatriz. Artigo apresentado como TCC do curso de Licenciatura em Ciências Humanas da UFMA, campus de Imperatriz, 2020.

FRANKLIN, A. Apontamentos para história econômica de Imperatriz. Imperatriz: Ética, 2005.

FRESTON, P. Protestantes e Política no Brasil: da Constituinte ao Impeachment. Campinas: 1993.

HERVIEU-LÈGER, D. Secularisation et modernité religieuse. Spirit, nº 106, v.10, outubro de1985, p.50-62, tradução de Javier de Bistue.

MANSILLA, Miguel Ángel. Pós-pentecostalismo e o desencanto religioso dos pentecostais: uma análise a partir do pentecostalismo chileno. In. OLIVEIRA, D. M.; FERREIRA, I. V.; FAJARDO, M. P. (orgs.). Pentecostalismos em perspectiva. São Paulo: Editora Terceira Via, 2017, p. 17-34.

MARIANO, R. Neopentecostais: Sociologia do novo pentecostalismo no Brasil. São Paulo: Edições Loyola, 2014.

MOURA, Taianne Maiara Oliveira de. Cisão da Primeira Igreja Batista de Imperatriz – MA: um olhar a partir da perspectiva dos líderes batistas envolvidos no conflito. Monografia do Curso de Licenciatura em Ciências Humanas / Sociologia da Universidade Federal do Maranhão, Imperatriz, 2018.

PANTOJA, Vanda; COSTA, Moab César C. Costa. Faces do pentecostalismo brasileiro: a Assembleia de Deus no Norte e Nordeste. Debates do NER, Porto Alegre, Ano 14, nº 24, p. 245-271, jul/dez 2013.

SANTOS, E. Características e perspectivas de Imperatriz como cidade-pólo do Sul do Maranhão. Fortaleza, Revista Econômica do Nordeste, v.39, n.3, julho/setembro 2008.

SOUSA, B. O. A expansão da Assembleia de Deus em Imperatriz - MA: história e constituição identitária. Goiânia, Segundo seminário de pesquisa da pós-graduação em história UFG/UCG, setembro de 2009.

VIEIRA, E. R. L. Neopentecostalismo e pós-modernidade: um estudo sobre o neopentecostalismo e sua relação com a pós-modernidade na cidade de Imperatriz – MA. Monografia do Curso de História da UEMASUL, Imperatriz, 2014.

WEBER, Max. Ensaios de sociologia. Rio de Janeiro: LTC, 1982.




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rt.v11i1.85883