O PAPEL DA FÉ E CRENÇAS NO SENTIDO DE VIDA

Cléia Zanatta, Michelle Pinheiro Imbelloni, Luís Antônio Monteiro Campos, Luciana Cordeiro Telles

Resumo


O presente trabalho tem como tema o papel da fé na busca de sentido da vida. Optou-se, neste estudo, por correlacionar o fenômeno fé com o tema sentido de vida, adotando-se uma abordagem logoterapêutica, teológica e filosófica do termo. Como problema a ser investigado foi elaborada a seguinte questão: Que relação se pode estabelecer entre fé e sentido da vida? Foram determinados os seguintes objetivos para elaboração destas reflexões: realizar estudos sobre o tema fé à luz da Logoterapia, da Teologia e da Filosofia; analisar o conceito de sentido da vida no âmbito da Filosofia, da Teologia e da Logoterapia; e, buscar correlação com base nas contribuições da Logoterapia, da Teologia e da Filosofia entre fé e sentido da vida. Optou-se pela pesquisa teórica de base bibliográfica utilizando obras dos campos teóricos de Psicologia, Filosofia e Teologia para sustentar o tema. O presente estudo pretende-se analisar o tema a partir dos tópicos que permitam a refletir sobre a fé no contexto da Psicologia, Filosofia, e da Teologia; sobre o sentido da vida nessas três áreas do conhecimento e após relacionar fé e sentido da vida com base nas contribuições oferecidas por esses três campos do conhecimento. Nas considerações finais verificou-se que é a fé em algo que está por vir, que move o agir e ressignifica o momento presente atribuindo, assim, um sentido à vida.


Palavras-chave


Fé, Sentido da Vida, Logoterapia, Psicologia

Texto completo:

PDF

Referências


AMATUZZI, M. M. Por uma Psicologia humana. Campinas: Alínea, 2001.

AQUINO, Santo Tomás de. Suma contra os gentios. VI. Porto Alegre: Universidade de Caxias do Sul, 1990.

BOFF, Leonardo. O destino do homem e do mundo: ensaio sobre a condição humana. Petrópolis: Vozes, 1973.

______. O despertar da águia: o dia-bólico e o sim-bólico na construção da realidade. Petrópolis: Vozes, 1998.

BORN, A. Van Den. (org.) Dicionário enciclopédico da Bíblia. 4 ed. Petrópolis: Vozes, 1987.

DANTAS, M. A.; TOBLER, V. L. O sofrimento psicológico é a pedra angular sobre a qual repousa a cultura de consumo. Congresso da ABRAPSO. Anais... Brasil, 2003. Disponível em: < http://www.psicologia.com.pt/artigos/ver_artigo.php?codigo=aOl 75 >. Acesso em: 14 abr. 2020.

FRANKL, Viktor E. Psicoterapia e sentido da vida: Fundamentos da Logoterapia e análise existencial. Trad. Alípio M. de Castro. 4. ed. São Paulo: Quadrante, 2003.

______. Psicoterapia e sentido da vida: Fundamentos da Logoterapia e análise existencial. Trad. Alípio M. de Castro. 6. ed. São Paulo: Quadrante, 2016.

______. Em busca de sentido: um psicólogo num campo de concentração. Trad. Walter O. Schlupp e Carlos C. Aveline; revisão técnica de Helga H. Reinhold. 21.ed. São Leopoldo: Editora Sinodal; Petrópolis: Vozes, 2005.

______. A vontade de sentido: Fundamentos e aplicações da logoterapia. Trad. Ivo Studart Pereira. São Paulo: Paulus, 2011.

FROMM, Erich. A arte de amar. Belo Horizonte: Ed. Itatiaia Limitada, 1995.

GÓES, A. M. M. Valores relativos ao trabalho como antecedentes do comprometimento organizacional. Dissertação Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Universidade Católica de Brasília, Brasília: UCB, 2006.

GOMES, D. Cirilo Folch O.S. B. Riquezas da Mensagem Cristã. 2.ed. Rio de Janeiro: Lúmen Christi, 1989.

KRUGER, H. Psicologia das crenças: perspectivas teóricas. Tese do Concurso para Professor Titular do Departamento de Psicologia Social e Institucional da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 1995.

KRUGER, H (Org). Cognição Social: teoria, pesquisa e aplicações. Curitiba: CRV, 2018

LADRIERE, Jean. Ciência, Filosofia e Fé. ln: A Articulação do Sentido. São Paulo: EPU, 1977, p. 157-158.

LA TAILLE, Yves. Moral e ética: dimensões intelectuais e afetivas. Porto Alegre: Artemed, 2006.

LE BON, Gustave. As opiniões e as crenças. Disponível em: file:///C/site/LivrosGrátis/asopinioes.htm (1 of 141). Postagem [05/04/2001 16:56:46] Acesso: 13/04/2011.

MARMITT, C. Semelhanças e diferenças de valores pessoais entre consumidores de eletrodomésticos nos municípios de Lajeado e Estrela-RS. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: UFRGS, 2001.

NUNES, Álvaro. A religião e o sentido da existência: a experiência da finitude e a abertura à transcendência. Artigo. 2008. Disponível em: Acesso: 12/06/2020.

PONTES, SANTOS, ZANATTA CLAVERY GURANIDO DUARTE (org.). O Legado de Viktor Frankl: caminhos para uma vida com sentido. Ribeirão Preto: IECVF, 2020.

ROKEACH, M. Crenças, atitudes e valores: Uma teoria de organização e mudança. Rio de Janeiro: Interciência, 1981.

SAVATER, Fernando. Perguntas da vida: O ser humano e o sentido da existência. ln: O canto da filosofia. 2001, p. 267-275. Disponível em: Acesso: 22/05/2011.

ZILLES, Urbano. Filosofia da Religião. São Paulo: Edições Paulinas, 1991.




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rt.v10i1.79737