“IRRADIAR O SOPRO DO ESPÍRITO SOBRE O MUNDO”: REPRESENTAÇÕES DA PESQUISA SOCIOLÓGICA NO CATOLICISMO CARISMÁTICO

Emanuel Freitas da Silva

Resumo


O estudo do fenômeno religioso, em suas diversas dimensões, exige o esforço de compreensão, por parte do pesquisador, das dinâmicas e nuances próprias do universo pesquisado. A começar pela definição do que o campo em análise considera como religioso, as formas de defini-lo e experenciá-lo, laços identitários e relacionais nele engendrados, léxico próprio ao campo e, mesmo, os significados do seu trabalho epistemológico para os sujeitos pertencentes ao universo pesquisado. Tomando como córpus de análise o universo da Comunidade Católica Shalom, sediada em Fortaleza (CE), o artigo tem como objetivo discutir nuances da pesquisa em meio religioso, destacando dois aspectos considerados fundamentais: a identificação do conceito-chave para a compreensão do campo e as representações produzidas pelos atores do campo acerca da pesquisa realizada, os fazendo produzir uma certa episteme êmica acerca do saber sociológico que se buscava produzir sobre eles. Por meio da discussão teórica-êmica acerca do termo “carisma” e da análise dos sentidos que os sujeitos deram ao ato de pesquisar elabora-se, aqui, uma reflexão sobre as dinâmicas da pesquisa em meio religioso.

Palavras-chave


Campo religioso; representações; catolicismo carismático.

Texto completo:

PDF

Referências


BAPTISTA, Saulo de Tarso Cerqueira. Saberes e práticas na pesquisa em Ciências da Religião. In: SILVEIRA, Emerson Sena da (org.). Como estudar religiões: metodologias e estratégias. Petrópolis, RJ: Vozes, 2018.

BEAUD, Stéphane; WEBER, Florence. Guia para a pesquisa de campo: produzir e analisar dados etnográficos. Petropolis, RJ: Vozes, 2007.

BERKENBROK, Volney. Mapas lexicais e semânticos – o uso da lexicalidade como metodologia de pesquisa sobre a experiência religiosa In: SILVEIRA, Emerson Sena da (org.). Como estudar religiões: metodologias e estratégias. Petropólis, RJ: Vozes, 2018.

BOURDIEU, Pierre; PASSERON, Jean-Claude; CHAMBOREDON, Jean-Claude. A Profissão de Sociólogo: preliminares epistemológicas. Petropólis, RJ: Vozes, 1999.

CAMPOS, Leonildo Silveira. Novas Comunidades Católicas ou crise do sistema paroquial? Religião e Sociedade, n.30, vol 2, São Paulo, 2010.

CAMPOS, Roberta; MAURICIO JUNIOR, Cleonardo. As formas elementares da liderança carismática: o Verbo e a Imagética da circulação do carisma pentecostal. Mana, vol. 19, n.2, 2013.

CARRANZA, Brenda. Perspectivas da neopentecostalização católica. In: CARRANZA, Brenda; MARIZ, Cecilia; CAMURÇA, Marcelo. Novas Comunidades Católicas: em busca do espaço pós-moderno. Aparecida, SP: Ideias&Letras, 2009.

______________. Renovação carismática católica: origens, mudanças e tendências: Aparecida, SP: Santuário, 2000.

FRAVET-SAADA, Jeanne. Ser afetado. Cadernos de Campo, São Paulo, ano 14, n.13, pp. 151-161, 2005.

GEERTZ, Clifford. Nova luz sobre a Antropologia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

__________. “Do ponto de vista dos nativos”: a natureza do entendimento antropológico” In: O saber local: novos ensaios em antropologia interpretativa. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2002.

JUANES, Benigno. Introdução aos carismas. São Paulo: Edições Loyola, 2001.

KAUFFMAN, Jean-Claude. A entrevista compreensiva: um guia para a pesquisa de campo. Petropólis, RJ: Vozes, 2013.

MARIZ, Cecilia. Formas de conceber “comunidades” e “dons” em três vertentes cristãs: analisando rupturas e continuidades. Tempo da Ciência, v.23, n.45, Toledo, 2016.

____________. Novas Comunidades: por que crescem? In: Novas Comunidades Católicas: em busca do espaço pós-moderno. Aparecida, SP: Ideias&Letras, 2009.

MIRANDA, Julia. Carisma, sociedade e política: novas linguagens do religioso no político. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1999.

O’DEA, Thomas. Sociologia da Religião. São Paulo: Biblioteca Pioneira de Ciências Sociais, 1969.

OLIVEIRA, Eliane Martins. Semântica da Canção Nova: relações de duplo vínculo e segredo em pesquisas sobre a Comunidade de Vida Canção Nova In: SAFIOTI, Flavio Munhoz (org). Novas Leituras do campo Religioso Brasileiro. Aparecida, SP: Ideias&Letras, 2014.

PAIS, José Machado. O cotidiano e a prática artesanal da pesquisa. Revista Brasileira de Sociologia. Vol. 1, n.1, jan-jul 2013, Brasília.

PAUGAM, Serge. Afastar-se das pré-noções In: PAUGAM, Serge (coord.). A Pesquisa Sociológica. Petropólis, RJ: Vozes, 2015.

PERDIGÃO, Germana. Os primeiros passos do carisma shalom. Shalom Maná, n.169, jul-ago. 2007, Fortaleza.

ROCCA, Giancarlo. O carisma do fundador. São Paulo: Paulus, 2010.

SAFIOTI, Flavio Munhoz. Elementos sócio-históricos da Renovação Carismática Católica. Estudos de Religião, v.23, n.37, jul/dez. 2009.

SAHLINS, Marshall. Experiência individual e ordem cultural In: SAHLINS, Marshall. Cultura na prática. Rio de Janeiro: EdUFRJ, 2004.

SENNETT, Richard. Autoridade. Rio de Janeiro: Record, 2001.

SILVA, Emanuel Freitas da. A problemática sociológica do carisma: a definição weberiana, apropriações socionatropológicas e um estudo de caso a partir da definição conceitual. Interlegere, v.2, n.24, 2019a.

________________. A constituição carismática de uma autoridade racional: um estudo de caso sobre a Comunidade Católica Shalom. Tese de Doutoramento em Sociologia. Universidade Federal do Ceará. Fortaleza, 2019.

SILVEIRA, Emerson Sena da. Estudo de caso aplicado à religião: entre louvores, corpos, intersubjetividade. In: SILVEIRA, Emerson Sena da. (org.). Como estudar religiões: metodologias e estratégias. Petrópolis, RJ: Vozes, 2018.

WEBER, Max. Economia e Sociedade: fundamentos da sociologia compreensiva. 4.ed. Brasília: EdUNB, 2012.

____________. Ensaios de Sociologia. 4.ed. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1979.

WILLAIME, Jean-Paul. Sociologia das Religiões. São Paulo: UNESP, 2012.

ZENOBI, Diego. O antropólogo como “espião”: das acusações públicas à construção das perspectivas nativas. Mana, n.16 (2), pp.471-499, 2010




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rt.v9i2.73051