NOTAS HISTÓRICAS E ANTROPOLÓGICAS SOBRE O BATUQUE NO RIO GRANDE DO SUL

Marcelo Tadvald

Resumo


Devido a fatores históricos e sociais particulares, encontramos poucos dados disponíveis a respeito das religiões de matriz africana que se constituíram em diferentes partes do país desde o começo do período colonial. Com importantes variações conforme a região, seguramente esta se trata de uma realidade para o Batuque gaúcho, este que consiste na modalidade afrorreligiosa que surgiu e se desenvolveu no extremo sul do Brasil, e que tem em Porto Alegre uma importante referência, constituindo esta cidade no centro de circulação desta religião para o mundo. A partir de fontes diversas, como relatos coletados em vivências etnográficas, informações disponíveis em sítios virtuais e em dados oficiais, este trabalho busca analisar aspectos particulares a respeito das dinâmicas de estabelecimento territorial e simbólico e de trânsito e estabelecimento dessas comunidades religiosas desde o sul brasileiro e para além dele.


Palavras-chave


Religiões afro-brasileiras; Batuque gaúcho; territorialização.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rt.v5i1.45867