(RE)PENSANDO TECNOLOGIA E RELIGIOSIDADE: TECNOGNOSE, JOGOS DE RPG E AMPLIAÇÃO DE CONSCIÊNCIA

Rafael Justino da Silva, Carlos Augusto Serbena

Resumo


O artigo propõe que a tecnologia tem assumido expressões religiosas, das quais emergem os conceitos de tecnognose e tecno-religiosidade, fazendo referência a uma espécie de culto à tecnologia no qual aparecem fantasias de progresso e transcendência. Nesse contexto, os jogos digitais são vistos como um espaço de realização de algumas dessas fantasias, mas nota-se que não podem ser reduzidos apenas a isso. Nota-se que os jogos, em especial os de representação de papéis (RPGs), possibilitam a emergência de processos psicológicos paralelos à realização de fantasias que auxiliam no desenvolvimento da personalidade do jogador e na ampliação de sua consciência. Assim, defende-se que tecnologia e jogos digitais sejam considerados como objetos plurais, nos quais manifestam-se aspectos religiosos e fantasiosos bem como potenciais reais de desenvolvimento.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rt.v4i1.42264