O MAL, O DIABO E OS AGENTES ESVAZIADORES DO BEM NA DOUTRINA CATÓLICA

Marco Antonio Marcon

Resumo


O objetivo deste trabalho é conceituar o mal e o Diabo sob os olhos da doutrina da Igreja Católica, assim como debater sobre a incoerência dogmática que pode surgir caso estes elementos sejam retirados ou negligenciados no ensino básico desta fé. A diversidade no pensamento teológico por vezes flerta com os limites, que chega a rejeitar tais temas, talvez constrangidos pelo que se tornou a imagem destes esvaziadores do bem no decorrer dos séculos e principalmente na modernidade. No entanto, a identidade religiosa se cria quando expõe para o mundo plural seus elementos de crenças mais peculiares e particulares. A maior vergonha está na falta de originalidade em alguma expressão religiosa, querendo com tamanha obsessão se adaptar ao mundo, que perde a própria identidade.

Palavras-chave


Deus; Jesus; Diabo; Igreja Católica; Poder Religioso

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rt.v3i1.37700