Open Journal Systems

A DINÂMICA DAS UNIDADES DE CONSERVAÇÃO NA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA

Márcio Luís Hassler

Resumo


Amparadas por ampla legislação ambiental, tanto na esfera
estadual quanto nas esferas federal e municipal, as Unidades
de Conservação do Paraná têm uma importância fundamental
na manutenção da biodiversidade do território e na
conservação dos recursos naturais e do meio ambiente. A
Região Metropolitana de Curitiba (RMC) se coloca como uma
das áreas mais problemáticas na questão ambiental devido
à alta concentração populacional; as conseqüências daí decorrentes
são inúmeras. A instituição de Unidades de Conservação
surge como medida atenuante dessa problemática,
fazendo com que uma parcela significativa do território
paranaense seja beneficiada em termos ambientais.

Palavras-chave


Unidades de conservação; legislação ambiental; Paraná; Região Metropolitana de Curitiba; Units of Conservation; environmental legislation; Metropolitan Area of Curitiba

Texto completo:

PDF

Referências


ANDREOLI, C. V. et al. Limites ao desenvolvimento da Re-gião metropolitana de Curitiba impostos pela escassez daágua. Sanare: Revista técnica da Sanepar, v. 12, n 12, jul./dez. 1999.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Para que parques? Aimportância da biodiversidade. Disponível em: . Acesso em: 23/1/2004.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Unidades de Conser-vação. Disponível em: . Acesso em: 23/1/2004.

COMEC. Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba.Disponível em: . Acesso em: 12/1/2004.

COMEC. Metrópolis em revista. Curitiba, ano 1, n. 1, dez.1999.

CÔRTE, Dione Angélica de Araújo. Planejamento e Gestãode APAs: enfoque institucional. Brasília: Ibama, 1997.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Novo Dicionário daLíngua Portuguesa. 2. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira,1986.

GUBERT, Francisco et al. Sistema estadual de unidades deconservação e áreas de uso regulamentado. Curitiba: IAP,1995.

IAP. Instituto Ambiental do Paraná. Curitiba, 2004.

MENDONÇA, Francisco Assis. Aspectos da problemáticaambiental urbana da cidade de Curitiba/PR e o mito da “capi-tal ecológica”. Geousp: Espaço e tempo. São Paulo, n. 12, p.179-188, 2002._____. Desenvolvimento e meio ambiente: cidade e ambien-te urbano. Desenvolvimento e meio ambiente urbano. Curitiba:UFPR, 2001.

MIRANDA, T. L. G. Avaliação da qualidade da água na baciado Alto Iguaçu através da modelagem matemática paraplanejamento e gestão de recursos hídricos. Tese (Doutora-do em Desenvolvimento e Meio Ambiente) – UniversidadeFederal do Paraná, Curitiba, 2001.

PARANÁ. Lei n. 7109/79. Institui o sistema de proteção domeio ambiente e adota outras providências indiretamente.Disponível em: . Acesso em:27/1/2004.

RAMINA, R. H. Redes e poder: o processo de metropolizaçãoe a gestão de recursos naturais. Tese (Doutorado em Desen-volvimento e Meio Ambiente) – Universidade Federal doParaná, Curitiba, 2000.

SANEPAR. Companhia de Saneamento do Paraná. Disponí-vel em: . Acesso em: 20/1/2004.

SEMA. Secretaria Estadual do Meio Ambiente do Estado doParaná. Disponível em: . Aces-so em: 5/1/2004.

_____. Unidades de Conservação existentes no Paraná. Dis-ponível em: . Acesso em: 24/1/2004.




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/raega.v12i0.3398