GEOGRAFIA ESCOLAR E PAISAGEM SONORA

Lawrence Mayer MALANSKI

Resumo


As pesquisas e práticas escolares geográficas tendem a priorizar trabalhos que envolvem a visão. Contudo, a paisagem sonora pode ser um meio e recurso bastante interessante para diversificar e fornecer novos elementos para os estudos geográficos como um todo. Além de discutir esta questão, no artigo trataremos dos resultados referentes à aplicação de paisagens sonoras durante a prática pedagógica de Geografia como forma de proporcionar aos estudantes do Ensino Fundamental um modo alternativo e diferenciado para a análise e compreensão do conceito de paisagem.

Palavras-chave


Paisagem sonora; Geografia escolar; Mapas mentais

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. MEC. Secretaria da Educação Básica:Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) –Ensino Fundamental: Geografia. Brasília: MEC/SEB, 1999.Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/geografia.pdf > Acesso em: 29 jul. 2008.

CONSTANTINO, R. M.; FERREIRA, Y. N..Por uma sonoridade geográfica: do grito pré-histórico aos sons de Titã. In: SimpósioNacional sobre Geografia, percepção e cognição do Meio Ambiente, 2005, Londrina. Anais... Londrina: 2005.

ENGELMANN, A. A psicologia da gestalt e a ciência empírica contemporânea. Psicologia: Teoria e Pesquisa, vol. 18 no. 1 Brasília: Jan./Apr. 2002.Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S010237722002000100002&script=sci_arttext&tlng=ptAcesso em: 3 março 2009.

GASPAR, J. O retorno da paisagem à geografia: apontamentos místicos. Finisterra, Lisboa, n. 72, 2001. p. 83-99.Disponível em: < http://www.ceg.ul.pt/finisterra/numeros/2001-72/72_08.pdf>Acesso em: 29 jul. 2009.KAUFAMANN, S. Soziologie der Landschaft –Stadt, Raum und Gesellschaft. Linsengericht:Vs Verlag, 2005.

KOZEL, S. As linguagens do cotidiano como representações do espaço: uma proposta metodológica possível. In: 12 EGAL -Encuentro de geógrafos de América Latina, 2009, Montevideo. Anais... Montevideo: Editora Universidad de la República, 2009.Disponível em: http://egal2009.easyplanners.info/area02/2088_

KOZEL_Salete.pdfAcesso em: 02 jun. 2009a._______. Mapas mentais -uma forma de linguagem: perspectivas metodológicas In: KOZEL, S; FILHO, S. F. (orgs) Da percepção e cognição à representação: reconstruções teóricas da geografia cultural e humanista. São Paulo: Terceira Margem –EDUFRO, 2007.

LOWENTHAL, D.Geografia, experiência e imaginação: em direção a uma epistemologia geográficaIn: CHRISTOFOLETTI, A. (org.). Perspectivas da Geografia.São Paulo: Difusão Editorial, 1982.

MERLEAU-PONTY, M. Fenomenologia da Percepção.São Paulo: Martins Fontes, 1999.NUERE, S. ¿Qué es la cartografia mental?Arte, Individuo y Sociedad, Madri.n. 12, p. 229 –239, 2000.Disponível em: http://revistas.ucm.es/bba/11315598/articulos/ARIS0000110229A.PDFAcesso em: 29 jul. 2009.

OLIVEIRA, L. Ainda sobre percepção, cognição e representação em Geografia. In: MENDONÇA, F.; KOZEL, S. (org.). Elementos de Epistemologia da Geografia contemporânea. Curitiba: Editora UFPR, 2002, p. 189-196.

PUNTEL, G. A. A Paisagem no Ensino de Geografia. Ágora, Santa Cruz do Sul, v. 13, n. 1, p. 283-298, jan./jun. 2007.SALGUEIRO, T. B. Paisagem e Geografia. Finisterra, Lisboa, n. 72, 2001. p. 37-53.

SCHAFER, R. M.A afinação do mundo: uma exploração pioneira pela história passada e pelo atual estado do mais negligenciado aspecto do nosso ambiente: a paisagem sonora. São Paulo: Ed. da UNESP, 2001.

TORRES, M. A. A percepção da paisagem sonora da cidade de Curitiba. Curitiba, 2005. Monografia de conclusão de curso (Bacharelado em Geografia –Curso de Geografia, Universidade Federal doParaná, 2005).

TUAN, Y. Topofilia: um estudo da percepção, atitudes e valores do meio ambiente. São Paulo: Ed. Difel, 1980.




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/raega.v22i0.21775

Direitos autorais

_____________________________________________

ISSN (IMPRESSO) 1516-4136 até 2008

ISSN (ELETRÔNICO) 2177-2738 a partir de 2009