Estereotipia: a relação estereotipada profissional/paciente e inibição do processo terapêutico

Teresinha Maria Gonçalves

Resumo


Neste Relato de Pesquisa a autora trabalha a questão da estereotipia da relação entre profissionais e pacientes no âmbito de uma instituição psiquiátrica. Utiliza como principal suporte, na fundamentação teórica, os aportes de Enrique Pichón RIVIÈRE (1970). A pesquisa foi realizada entre 1981 e 1983 no Paraná e fez parte de sua dissertação de Mestrado defendida em 1989 na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/psi.v1i1.7640

Direitos autorais