Open Journal Systems

O papel mediador dos estilos parentais no ajustamento psicológico de crianças e adolescentes com doenças crônicas

Amanda Muglia Wechsler, Denise Catricala Bution, Taís Galvão, Jaqueline Garcia Diniz, Cristiane Bossi Gabriel

Resumo


Uma doença crônica infantil representa uma grande fonte de stress para os pacientes e suas famílias. O presente estudo objetivou avaliar o ajustamento psicológico de crianças/adolescentes com doenças crônicas e de seus cuidadores, assim como o papel mediador dos estilos parentais. Participaram desta pesquisa 41 crianças/adolescentes com enfermidades crônicas e 72 crianças “saudáveis” e seus respectivos pais/cuidadores. Os resultados mostraram que os grupos não diferiram entre si com relação ao ajustamento psicológico tanto das crianças/adolescentes quanto dos cuidadores. Também se constatou que a negligência e punição inconsistente mediaram a relação entre o desajustamento infantil e o parental. Conclui-se sobre a natureza multideterminada e multidirecional do ajustamento psicológico, assim como a importância de intervenções psicológicas hospitalares que promovam práticas parentais positivas.

Palavras-chave


doenças crônicas; hospitalização; estilos parentais; ajustamento psicológico; Psicologia Hospitalar

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/riep.v25i2.64920