Tecnologias da informação e comunicação em adolescentes, práticas parentais e percepção de clima escolar: Uma abordagem multinível

Guilherme Welter Wendt, Marli Appel, Silvia Koller

Resumo


O presente estudo, quantitativo e transversal, avaliou o perfil de uso de tecnologias de informação e comunicação (TICs) entre adolescentes escolares, por meio de uma perspectiva multinível. Assim, possíveis diferenças no uso de TICs em relação à idade e o sexo dos participantes, bem como variações no perfil de uso de TICs quanto aos níveis de supervisão parental foram consideradas. Ainda, investigou-se em que medida o uso de TICs variou de acordo com as percepções sobre clima escolar por parte dos jovens. Participaram 367 adolescentes (55,6% meninas) que responderam a um instrumento de autorrelato. Os resultados mostraram diferenças entre o gênero e a idade dos participantes quanto o perfil de uso e no recebimento de práticas parentais sobre o uso de TICs. Diferenças quanto ao uso de TICs em relação com a percepção de clima escolar foram detectadas. Em síntese, o estudo sugere que a promoção de práticas educativas proativas de supervisão do uso de TICs pode trazer impactos positivos para o desenvolvimento sadio do adolescente.

Palavras-chave


Adolescência; tecnologia da informação; internet

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/psi.v24i1.64907

Direitos autorais 2020 Guilherme Welter Wendt

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.