Open Journal Systems

Traços de personalidade psicopática e a associação com empatia e contágio emocional

Allana Gessiele Mello da Silva, Bruna Gomes Mônego, Ilana Andretta

Resumo


Compreende-se a psicopatia como um transtorno de personalidade. Neste sentido, pesquisas empíricas têm enfatizado o modelo dimensional na compreensão deste transtorno, possibilitando assim estudos na população em geral. A literatura atual tem identificado prejuízos dos indivíduos com traços de psicopatia na empatia, um construto multidimensional com componentes afetivos e cognitivos, e no contágio emocional, um processo mais primitivo e filogenético. Entretanto, pesquisas sobre o tema na população em geral ainda são escassas. O objetivo deste estudo é avaliar a associação de traços de psicopatia, empatia e contágio emocional em população geral. Amostra composta por 284 participantes, com idade média de 24,6 anos (DP=8,37). Instrumentos utilizados foram o Instrumento de Autorrelato para avaliar traços de psicopatia, o Interpersonal Reactivity Index para avaliar empatia e o Emotional Contagion Scale para avaliar contágio emocional. Foram encontradas associações negativas entre empatia e traços de psicopatia, associações negativas entre contágio emocional e empatia e associações positivas entre contágio emocional e traços de psicopatia. Os resultados indicam que os traços de psicopatia estão associados com menores níveis de empatia e contágio emocional, indicando que existem características de dessensibilização emocional, e que a empatia e o contágio emocional estão fortemente associados, sugerindo serem processos complementares. 


Palavras-chave


empatia; contágio emocional; cognição social; psicopatia; traços de psicopatia

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/psi.v23i02.57545