Agressividade e empatia na infância: um estudo correlacional com pré-escolares

Michelle Girade Pavarino, Almir Del Prette, Zilda A. P. Del Prette

Resumo


A agressividade está associada a vários problemas no desenvolvimento infantil, com evidências de correlação inversa com a empatia que é vista como um possível inibidor de tais comportamentos. Com base no referencial das Habilidades Sociais, este estudo avalia as diferenças na freqüência de comportamentos empáticos e agressivos de crianças pré-escolares, sob situações estruturadas de demandas para tais desempenhos. Participaram 28 crianças, de 4 a 6 anos, de ambos os sexos. Os dados foram coletados por filmagem, com registro posterior de freqüência dos diferentes tipos de comportamento empáticos e agressivos. Os resultados não apontaram correlação entre os dois conjuntos nem diferenças associadas à idade ou sexo, embora a maior proporção de comportamentos empáticos tenha sido uma tendência em todas as faixas etárias. São apresentados dados qualitativos dos tipos de comportamentos empáticos e agressivos associados à idade. Discutem-se as implicações do presente trabalho para a pesquisa na área e para a educação infantil.

 

Palavras-chave: empatia; agressividade; pré-escolares; habilidades sociais; prevenção.

 


Palavras-chave


empatia; agressividade; pré-escolares; habilidades sociais; prevenção

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/psi.v9i2.4799

Direitos autorais