Consequências nas práticas culturais: efeitos sobre indivíduos ou grupos?

Kester Carrara

Resumo


Este artigo expõe algumas das principais conjecturas sobre o processo de seleção pelas consequências no
âmbito das práticas culturais, especialmente no que diz respeito à unidade de seleção: se o indivíduo em
situação de grupo ou se o próprio grupo. O ensaio também analisa a maneira pela qual são selecionados
os padrões de entrelaçamento de contingências e seu papel na manutenção ou modulação das práticas
culturais. Ao discutir implicações de uma visão evolucionista integrada dos “níveis” filogenético,
ontogenético e cultural, o estudo argumenta por seleção pelas consequências ocorrendo no grupo e não
sobre ele, o que implica a proposição de escolha da contingência de três termos como unidade de análise
suficiente e adequada à Análise Comportamental da Cultura.


Palavras-chave


Unidades de análise; práticas culturais; seleção pelas consequências

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/psi.v20i3.47378

Direitos autorais 2017 Interação em Psicologia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.