Escala de identificação de dotação e talento: Construção de instrumento e validade de conteúdo

Marcia de Fátima Rabello Lovisi de Freitas, Patrícia Waltz Schelini

Resumo


O uso de escalas para avaliação de talentos por professores pode evitar subidentificação. Esse estudo consistiu na elaboração de uma escala para identificação de talentos e análise de evidências de validade de conteúdo por meio de avaliação de juízes. Participaram cinco especialistas. Utilizou-se a Escala de Identificação de Dotação e Talento, com 120 itens e seis domínios (capacidades intelectuais, criatividade, competência social, inteligência prática, capacidades artísticas/musicalidade e capacidades psicomotoras). Os itens foram aleatoriamente distribuídos e enviados aos juízes. O índice de concordância geral entrejuízes foi de 82%. Dos 120 itens iniciais, 22 deveriam ser excluídos e 42 modificados na escrita. A versão final constituiu-se por 98 itens. Ressalta-se que outros estudos devem analisar a estrutura fatorial da escala para complementar a análise de suas propriedades psicométricas.


Palavras-chave


dotação; talento; identificação; psicometria.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/psi.v22i2.46959

Direitos autorais 2018 Interação em Psicologia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.